24/01/2017 às 20h10min - Atualizada em 24/01/2017 às 20h10min

Empresa de Uberaba desenvolve reator para aproveitar óleo de cozinha

O projeto Sabão Sustentável, desenvolvido pela TriEQ (Empresa de Consultoria e Projetos em Engenharia Química) da UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro), consiste na construção do protótipo de um reator para produção de sabão em barra e sabão líquido a partir do óleo de cozinha usado, em batelada, com aplicação de agitação mecânica. O intuito é difundir as ferramentas para o melhor aproveitamento do processo de transformação do óleo nos dois tipos de sabão.

“O dimensionamento do protótipo é feito com base em materiais de baixo custo, para que ele sirva de modelo para construção de outros reatores que possam ser vendidos a um preço acessível para quem tem o interesse de reaproveitar o óleo de cozinha usado gerado em casa, ou até mesmo em algum estabelecimento comercial minimizando o esforço braçal usado comumente”, afirma o presidente da TriEQ, Pablo Martins.

Ainda segundo ele, o óleo de cozinha usado, quando descartado de maneira imprópria, geralmente pelos ralos das pias de cozinhas ou lixos orgânicos comuns, contamina o meio ambiente poluindo a água, o solo e até mesmo a atmosfera, e danifica o encanamento das casas e da rede de esgoto ficando retido na forma de gordura. O projeto surgiu com a necessidade de se propor uma alternativa sustentável para a reciclagem do óleo de cozinha usado e descartado de maneira imprópria.

“Um litro de óleo de cozinha pode poluir cerca de 25.000 litros de água em média. Essa quantidade é aproximadamente o que uma pessoa consome em 14 anos”.

[caption id="attachment_7303" align="alignleft" width="225"]
Presidente da TriEQ, Pablo Martins[/caption]

Por ser menos denso que a água, o óleo fica retido na superfície dos lagos e rios, bloqueando a passagem de luz e oxigênio, o que causa a morte de várias espécies aquáticas. O óleo de cozinha usado chega também ao solo e a atmosfera acaba sendo poluída, porque a decomposição do óleo produz o gás metano, que é um dos gases do efeito estufa.

Formulação e prêmios -Em um ano de atividades, o Projeto Sabão Sustentável determinou a formulação para o melhor aproveitamento do processo de transformação do óleo de cozinha usado em sabão de barra e sabão líquido utilizando reagentes químicos, com um controle de qualidade. O projeto está focado na otimização de um reator para a produção dos sabões em grande quantidade e na realização de trabalhos sociais com o intuito de difundir as ferramentas para o melhor aproveitamento do processo de transformação do óleo em sabão.

Após a conclusão do primeiro ano de atividades do projeto, a TriEQ inscreveu o Projeto Sabão Sustentável no 5º Prêmio Fecomércio de Sustentabilidade do estado de São Paulo, que premia projetos sustentáveis inovadores de grandes empresas brasileiras, ficando entre os três finalistas na modalidade de universitários. A confecção de outros reatores para serem comercializados pode ser encomendada na forma de projeto com o gerente de vendas da equipe responsável, Rodolfo Bizinoto Neto, pelo telefone (34) 9 9197-0399.

Projeto Filtro Sustentável -De acordo com Pablo, outra equipe da TriEQ, também motivados pela sustentabilidade ambiental, desenvolve o Projeto Filtro Sustentável. O objetivo é construir um protótipo de um filtro residencial externo, também de baixo custo, para a filtragem direta da água que chega do sistema de abastecimento do município. Para esse projeto, optou-se por utilizar como um dos meios filtrantes a biomassa oriunda do bagaço de cana. A região de Uberaba é rica em produção de açúcar e álcool, que gera uma grande quantidade de bagaço de cana como subproduto.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.