23/01/2017 às 22h04min - Atualizada em 23/01/2017 às 22h04min

Confirmado: módulos B e C serão unidos em uma só divisão

Assembleia geral envolvendo representantes dos clubes do futebol amador aconteceu na noite desta segunda-feira, na Liga Uberabense de Futebol. O evento ocorre anualmente para traçar os rumos da temporada. Dessa feita, a decisão mais importante dizia respeito à possível união dos módulos B e C do Amador. E a hipótese passou para certeza: por unanimidade, ficou definida a integração das duas divisões já a partir desse ano.

Na hora da votação, estavam presentes diretores de 30 clubes. Todos votaram pela união das duas divisões. Assim, o Módulo C deixa de existir, e o B passa a ter 33 equipes.

Como fica

A forma de disputa da Segunda Divisão ainda será resolvida, no arbitral marcado para a próxima segunda-feira. Já se sabe que, na primeira fase, serão formadas três chaves.

A novidade é que agora subirão para a divisão de elite não duas, mas quatro equipes. Nesse ano, não haverá descenso no Módulo A e, a partir de 2018, cairão do A para o B quatro times. Assim, a Primeira Divisão passará a ter 20 times e, com esse formato, o mais provável é que tenha a primeira fase com duas chaves.

Calendário

A temporada 2017 começa no dia 4 de março, sábado, com o Master Módulo A. No dia 5, domingo, acontece a abertura do Amador B. Já o Amador Módulo A volta a ter início no segundo semestre, em 23 ou 30 de julho. A divisão principal deve encerrar o ano.

As datas de início dos demais campeonatos serão divulgadas em breve, após os clubes entregarem as planilhas onde marcam que competições vão disputar esse ano.

Sem bandeiras

Durante a assembleia, o presidente da LUF, Roberto Carlos Fernandes, lembrou que o convênio de 2017 entre a Liga e a Prefeitura ainda não foi assinado. Com a parceria, a PMU, através da Funel (Fundação Municipal de Esporte e Lazer), arca com as taxas de arbitragem. Sabendo do momento delicado da economia, Roberto adianta que, para que o valor do convênio diminua, facilitando assim a assinatura, os jogos das categorias Pré-Mirim, Mirim e Sênior devem acontecer sem assistentes. Os bandeiras compareceriam só nas fases finais.

Conforme o regulamento geral das competições, se a Prefeitura não pagar a arbitragem, as taxas ficam por conta dos clubes.

Outras mudanças

Assinou, acabou: por votação, ficou definido que o atleta que assinar com um clube fica vinculado a ele, sem poder se transferir na mesma categoria. Assim, muda a regra que valeu nos últimos dois anos.

Estava valendo a norma que, se um jogador ficasse cinco rodadas sem assinar súmula, poderia mudar de time. Agora, continua valendo apenas a transferência entre categorias diferentes (exemplo: o atleta disputa o Amador por um clube e o Master ou o Junior por outro).

Também mudou o limite para membros da comissão técnica que poderão ficar no banco de reservas. Serão no máximo três. Por exemplo, o técnico, o massagista e um auxiliar ou diretor.

A punição para jogador ou qualquer pessoa vinculada a um clube, que agredir membro da LUF, seja árbitro, assistente ou mesário, aumentou e passa a ser uma suspensão de no mínimo 365 dias. É mais uma decisão para coibir a violência em campo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.