19/01/2017 às 21h13min - Atualizada em 19/01/2017 às 21h13min

Caps’AD é referência no tratamento da dependência química

O Centro de Atenção Psicossocial ao Dependente Químico (CAPS'AD) é referência no município para o tratamento de Transtorno Mental decorrente do uso de álcool e outras drogas, sendo mais um componente da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), um serviço de saúde intermediário entre o regime ambulatorial e de internação hospitalar para desintoxicação. O paciente é avaliado e acompanhado pela equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, psicólogos e assistente social, que elaboram junto ao paciente o Plano Terapêutico Individual – PTS, um projeto de ações e atividades que vão sendo desenvolvidas e reavaliadas durante o tratamento.

De acordo com a psicóloga e coordenadora geral do CAPS'AD, Simone Maia Oberlaender, que atende no serviço há mais de 15 anos, a saúde mental do município de Uberaba apresenta um fluxograma de atendimento dinâmico, que a maioria da população desconhece. “Esse fator, muitas vezes dificulta um atendimento em tempo hábil, visto que conforme legislações específicas todo atendimento dos serviços de saúde dispõe de procedimentos distintos”.

Simone cita ainda outros dispositivos de atendimento, suportes de tratamento que são acionados como as instituições do município e as Residências de Acolhimento, conhecidas como Comunidades Terapêuticas.

[caption id="attachment_7107" align="alignleft" width="300"]
Simone Maia Oberlaender e Raquel Assunção[/caption]

Atualmente o CAPS'AD atende mensalmente, de 350 a 380 pacientes, assim como seus familiares. Segundo Simone, a maioria do público atendido é composta por homens usuários de álcool, maiores de 25 anos de idade. “Mas hoje percebe-se um dado alarmante: o aumento significativo do número de mulheres e adolescentes em uso de Substâncias Psicoativas – SPA, que procuram o CAPS'AD para tratamento. Um desafio diário no CAPS AD é a adesão das famílias no acompanhamento ao tratamento, devido aos danos e agravos gerados pela dependência química que comprometem toda a terapêutica”.

Para as propostas de ações públicas de enfrentamento às drogas, Simone cita ainda outros dispositivos sociais como o Conselho Municipal Antidrogas (COMAD).

Em relação ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack a gestão é integrada por meio de um comitê de articulação das áreas de segurança, saúde, assistência social e educação para o planejamento, execução e avaliação das ações. Segundo o diretor de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde, Sérgio Henrique Marçal, as diretrizes do Plano seguem três eixos: Prevenção, Cuidado e Autoridade.

A Prevenção engloba as escolas, assistência social e educação no trânsito, esporte, lazer e cultura. “O eixo Cuidado coloca a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) quase que em primeiro plano. Temos o CAPS'AD que é uma rede de saúde especializada e as UBS’s e URS’s trabalhando com atendimento, assim como o Hospital Mario Palmério com seis leitos disponíveis para esse tratamento”.

A Secretaria Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transporte (SEDEST), responsável pelo Eixo Autoridade, contribui para o resguardo de direitos do público alvo dessas intervenções.

Esses direitos estão sendo adquiridos e construídos ao longo do tempo dentro de um Marco Legal que é a Lei 10.216/2001 que dispõe sobre a proteção das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental, que especifica as modalidades de internações podendo ser voluntárias, involuntárias e compulsórias, de acordo com a indicação médica.

De acordo com a assistente social do CAPS’AD, Raquel Assunção, para a efetividade do tratamento alguns princípios devem ser observados. “O conhecimento da Rede de Atendimento do Município; da indicação clínica para o tratamento; da necessidade do mesmo; do desejo do indivíduo, da participação familiar e da sociedade, visto que, como outros tratamentos de preservação da saúde e da vida, o resultado não é imediato”.

O CAPS AD localiza-se na Praça Augusto Lemp, 750 no Bairro Mercês e o telefone de contato é o 3332-3007.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.