17/01/2017 às 11h49min - Atualizada em 05/09/2018 às 16h19min

Cineastas de Uberaba produzem filme com histórias de Água Comprida

[caption id="attachment_6980" align="aligncenter" width="640"]
Elenco e produção do longa-metragem[/caption]

Personagens históricos do município de Água Comprida, a cerca de 40 km de Uberaba, serão destaque em um longa-metragem produzido por uma produtora de filmes uberabense, a Urukubaka. O lançamento do longa será no próximo mês, mas a expectativa da equipe já é grande.

Segundo o diretor do filme “A Cidade e as Flores”, Mário Assunção, a história que será retratada no longa surgiu após um concurso de redação promovido nas escolas municipais e estaduais da cidade. Com o título “Minha Cidade Pode Virar um Filme”, o concurso contou com a participação de 700 alunos, que escreveram redações focadas nas histórias de Água Comprida e de personagens importantes do município.

“A Cidade e as Flores” contou com a participação de aproximadamente 100 pessoas, entre equipe e elenco. No momento, o filme está na etapa de pós-produção, onde são feitas as checagens de áudio, trilha, som, entre outras.

Depois de pronto, o filme será exibido em uma praça de Água Comprida no lançamento oficial. “Transformaremos a praça em um grande cinema ao ar livre. Após esse lançamento, o filme passará em cinemas da região e também correrá o Brasil e o mundo em festivais”, conta Assunção.

O concurso. Todos os alunos da rede de ensino de Água Comprida foram convidados a participar do concurso de redação, promovido em 2016.

De acordo com o diretor do filme, a escolha das redações contou com a ajuda de professores da cidade que se envolveram no projeto e, ao final, selecionaram quatro textos, que serviram de base para a produção do roteiro.

O roteiro foi escrito por Mário e pelo jornalista e também membro da Urukubaka Filmes, Aírton DeSouza.

A história. O filme contará a história de personagens da cidade nas décadas de 60 e 70. Algumas figuras históricas reais se tornaram personagens do roteiro.

“O roteiro percorre cinco histórias que se relacionam para contar a fundação da cidade e seus heróis anônimos. Vale destacar que a maioria dos atores foi selecionado em Água Comprida, entre alunos e moradores da cidade, o que trouxe um clima diferenciado para a produção. Muitos irão pela primeira vez ao cinema, e será justamente no filme que participou. Isso é muito emocionante para quem é da área”, explica o cineasta.

Até a noite da estreia, os produtores do filme continuam na expectativa. “Para mim foi uma honra dirigir um projeto tão grandioso. O primeiro longa-metragem épico de nossa região, e todos da equipe deram o seu melhor”, ressalta o diretor.

[gallery link="file" size="medium" td_select_gallery_slide="slide" ids="6983,6982,6981,6980,6979"]
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.