11/01/2017 às 21h51min - Atualizada em 11/01/2017 às 21h51min

Seu Coutinho e seu bar museu

Antiquário, museu, sebo ou bar? Quem entra no bar do “Seu” Coutinho, localizado na rua H do bairro Volta Grande, certamente vai se perguntar do que se trata aquele estabelecimento. O proprietário diz: “que se trata de um bar onde guarda algumas coisas”. Seu Coutinho é modesto. Entre as coisas que armazena no bar, estão objetos antigos (alguns centenários) e uma espantosa coleção de 12 mil vinis.

Nos anos setenta, seu Coutinho trabalhou em diversas barragens pelo Brasil. Quando eram construídas, acabavam por submergir algumas cidades. Os moradores desses locais, que iriam ficar sob as águas, recebiam uma indenização e partiam dali para recomeçar a vida. Muitos desses moradores deixavam para trás objetos que julgavam desnecessários nessa mudança. Seu Coutinho acabava ficando com vários deles, começando assim seu museu particular.

O acervo, que conta com peças raras, como um extintor de incêndio de cobre da década de 50, não está em sua maioria disponível para venda, mas tudo pode ser negociado. Seu Coutinho pretende, em breve, fazer um leilão com várias peças, para abrir espaço para montar um brechó. Além dos objetos de idos tempos, o bar conta também com milhares de filmes em VHS e DVD, esses, à venda. Aos sábados, o bar sempre tem boa clientela, que além de tomar uma cerveja gelada e comer umas porções preparadas pelo próprio, pode admirar o acervo de Seu Coutinho.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.