30/12/2016 às 19h14min - Atualizada em 30/12/2016 às 19h14min

Veterinário explica como proteger os cães dos fogos de artifícios e rojões

Quem tem cachorro em casa sabe que barulhos como os de trovões, fogos de artifícios e rojões, apavoram os animais de estimação e os deixam elétricos. Latidos, uivadas e correria de um lado para o outro são os sinais que mostram o susto e o pavor dos bichinhos. A reportagem do Uberaba Popular conversou com um médico veterinário que explicou o que fazer para evitar que os cães se assustem ou tenham ataques epiléticos causados pelos barulhos ensurdecedores.

O médico veterinário Ângelo de Tullio Gomes, conta que os rojões, fogos, foguetes e afins, perturbam muito mais os cachorros devido a sensibilidade auditiva que eles têm. “Quem sofre mais com o barulho dos foguetes são os cachorros, porque a audição deles é bem mais sensível. No entanto, vale lembrar que as aves e os gatos também são afetados com os barulhos comuns na virada do ano”, explica.

Na internet, fotos e vídeos ensinando a técnica Tellington Touch viralizaram e podem ajudar muitos donos a protegerem seus bichinhos. A técnica baseia-se em enrolar o cão com um pano, formando uma espécie de atadura. O veterinário explica que esse método pode ser eficaz, pois os cães se mantem mais protegidos. “O pano faz uma compressão no corpo do animal e isso faz com ele se sinta protegido. Para o cachorro, é como se o dono estivesse abraçando ele”, conta o veterinário.

A publicitária Juliana Bisinoto é dona de dois cachorros, o vira-lata, Thor, e a Cocker, Nina. Ela conta que, normalmente, nessa época do ano em que os fogos são comuns, os dois cachorros ficam agitados com os barulhos causados pelos rojões. Nina não tem medo do barulho. Muito pelo contrário: ela late e tenta enfrentar os fogos. Já Thor, fica tremendo de medo.

"Se eu estou em casa, geralmente eu tento acalmá-lo passando a mão e brincando com ele pra dar uma acalmada. Mas, infelizmente, não tem muita coisa que a gente possa fazer para amenizar a situação", conta.

Mais dicas

Outra dica dada pelo veterinário é o uso de florais e calmantes próprios para cachorros. “Existem alguns remédios naturais e manipulados para os cães que podem tranquiliza-los na hora da queima de fogos. Mas nenhum método é 100% eficaz, já que a reação pode variar de cachorro para cachorro”, conclui Ângelo.

De acordo com o veterinário, o ideal ainda é manter os animais longe de barulho, em ambientes mais calmos e com pouco som. Colocar uma bolinha de algodão nos ouvidos dos cães, também pode ajudar a suavizar o barulho e diminuir a irritação deles.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.