27/12/2016 às 16h38min - Atualizada em 27/12/2016 às 16h38min

Mototaxistas e Centrais clandestinas estão na mira da fiscalização

Para fazer o transporte de passageiros com moto em Uberaba é preciso estar em dia com as exigências da Secretaria Municipal de Defesa Social, Trânsito e transportes, a Sedest.

De acordo com o chefe do Departamento de Transportes Especiais Marcelo Araújo são feitas durante todo o ano fiscalizações de rotina, mas nesse período o trabalho é reforçado.

“Verificamos se a Central tem alvará e credenciamento de profissionais, toda essa documentação precisa estar de acordo com as exigências”, explica.

Um dos problemas enfrentados pela fiscalização são as motos clandestinas, Centrais e motociclistas que burlam as leis do município e ainda deixam de pagar a taxa anual que é de R$ 70 para exercer a profissão. “Não é simplesmente ter um veículo e sair para trabalhar, antes é necessário passar por um edital publicado no jornal oficial do município, em seguida há uma licitação, esse interessado precisa comprovar sua idoneidade e vida útil do veículo de até 5 anos”, pontua Araújo.

A Sedest estima que aproximadamente 200 mototaxistas atuam de forma clandestina na cidade. Esse ano 20 Centrais foram notificadas.

Uberaba possui cerca de 50 Centrais de mototáxi cadastradas. Mas como identificar um mototaxista clandestino?

Além de não ter a permissão da prefeitura e não pagar imposto, as motos utilizadas por esses condutores não têm rastreador, têm cores variadas e a placa cinza. O risco maior é do consumidor, que não tem informações sobre a procedência de quem o está atendendo. Segundo orienta a Sedest, no serviço legalizado as motos são amarelas e têm placas vermelhas. Os veículos são rastreados e as Centrais são obrigadas a ter um cadastro com foto para identificação do mototaxista.

Quem for pego trabalhando clandestinamente está sujeito a interdição, apreensão da moto e ainda o pagamento de uma multa que pode variar entre R$ 217 a R$ 6.510 mil.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.