08/12/2016 às 21h48min - Atualizada em 08/12/2016 às 21h48min

ABCZ pede apoio a Ministério da Agricultura para mapear genética zebuína

A diretoria da ABCZ, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu esteve nesta última terça-feira (6) no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o MAPA, pedindo apoio para o mapeamento genético do rebanho zebu no Brasil.

[caption id="attachment_5266" align="alignright" width="300"]
Luiz Antônio Josahkian

Luiz Antônio Josahkian

Luiz Antônio Josahkian[/caption]

De acordo com o superintendente técnico da ABCZ, Luiz Antônio Josahkian, o mapeamento genético pode acelerar o processo de identificação de qualidades como produtividade leiteira e desempenho reprodutor mais cedo, sem precisar que o animal chegue a fase adulta. “O progresso genético, a seleção, é um processo lento e essa ferramenta permite predizer o valor genético de um animal a partir do momento do nascimento dele”, explicou.

Em conversa com o Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, a ABCZ pediu aporte financeiro, já que o projeto está orçado em aproximadamente R$2,5 milhões.

Esse tipo de análise genética já é realizado em outros países, como Estados Unidos e Canadá, que recentemente fizeram o mapeamento genético das raças Angus e Holandesa.

O estudo e mapeamento das raças zebuínas, vai possibilitar, além de maior ganho genético, produtividade nos rebanhos. Alguns projetos já são desenvolvidos, no Brasil, mas segundo o superintendente técnico da ABCZ, de forma embrionária. “São bancos de dados fragmentados e a tecnologia é cara e precisa de volume, a ideia é ter a maior adesão de criadores e que possa ser compartilhado, infelizmente no Brasil, ainda estamos bem atrás”, finalizou Josahkian.

[caption id="attachment_5265" align="alignright" width="300"]
Arnaldo Prata

Arnaldo Prata

Arnaldo Prata[/caption]

Arnaldo Prata, diretor financeiro da Associação está otimista. “O compromisso da ABCZ compreende carne, leite e melhoramento, e expomos ao Ministro essas reivindicações, ele chamou a parte técnica do Ministério para avaliação; sabemos que isso é importante para a economia do país pois significa colocar no mercado produtos com preço acessível”, concluiu, lembrando que o Brasil hoje é o segundo maior exportador de carne.

A ABCZ aguarda agora um posicionamento do MAPA, para dar continuidade ao projeto que, futuramente, pode reposicionar o Brasil no mercado bovino. A diretoria convidou Blairo Maggi para a Expozebu 2017 e espera que com a possível visita, venham também, respostas positivas para as reivindicações.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.