07/12/2016 às 19h14min - Atualizada em 07/12/2016 às 19h14min

Policiais civis protestam contra reforma da Previdência

Com camisetas pretas, dezenas de policiais civis se reuniram na praça Rui Barbosa na tarde desta quarta-feira (7). Eles caminharam até o prédio da Câmara Municipal, ocuparam a escadaria de entrada e cruzaram os braços. O movimento faz parte de uma ação nacional  contra a proposta do governo federal de reestruturação da previdência.

A categoria considera discriminatória a aprovação da proposta que foi encaminhada ao senado, na terça-feira (6).

[caption id="attachment_5098" align="alignleft" width="180"]
Ernane Alves[/caption]

Para o inspetor e representante do Sindipol (Sindicato dos Servidores da Polícia Civil), Ernane Alves Pereira, é preciso pressionar as autoridades e mostrar à população o quanto é desrespeitosa a proposta de aposentadoria aos 65 anos para um policial. “Não estamos de acordo com a reforma da previdência, tendo em vista que, nós policiais civis, temos um trabalho diferenciado com um grande risco de vida em tempo integral. Segundo estatísticas há uma grande quantidade de  mortes de policiais em serviço, e não é justo que  com esta reforma esse policial seja  jogado em uma vala comum  sem nenhum tipo de reconhecimento.A intenção é chamar a atenção das autoridades dos nossos representantes no congresso e no senado para que a gente possa esclarecer para a população o que está acontecendo com os policiais civis”.

O outro ponto também é em relação a viúvas dos policiais. De acordo com o projeto apresentado, haverá redução dos vencimentos em 50%, ou seja, no momento que o policial for a óbito, a viúva passará a contar com 50% menos no salário. O que para os policiais, é um “absurdo”.

Ainda segundo a proposta de lei policiais civis e federais que estão com idade de 50 anos e mulheres com 45 anos, só poderão se aposentar com 55 e 50 anos respectivamente.

[caption id="attachment_5100" align="alignleft" width="180"]
Diego Paganucci Lodi[/caption]

Segundo o delegado Diego Lodi, a manifestação é uma prova de que a categoria está atenta aos seus direitos. “Nós estamos só demonstrando que está mobilizada e de olho nos direitos que nos pertencem. O direito da polícia civil e dos policiais devem ser mantidos inalterados. Os direitos já conquistados não podem ser suprimidos de forma repentina não respeitando a constituição de oitenta e oito”.

A manifestação teve o apoio do vice-prefeito eleito, João Gilberto Ripposati, ele fez questão de demonstrar seu apoio à categoria e disse que o processo de reestruturação da previdência ainda está no começo. “É preciso que os sindicatos se unam e que haja um diálogo e para que seja feia justiça para todos os trabalhadores e não haja discriminação. A reforma da previdência ela envolve a participação dos seguimentos da sociedade, a polícia civil e ela faz parte da forças do nosso país. O processo é democrático eu creio que agora as lideranças sindicais têm um papel fundamental. Cada sindicato na sua categoria tem que fazer o seu papel.

Reforma. A reforma da Previdência propõe que a regra de cálculo do benefício seja um piso de 51% da média de salários de contribuição do trabalhador acrescido de 1 ponto porcentual por ano de contribuição. Na prática, o piso será de 76% da média de salários, uma vez que a idade mínima subirá para 25 anos, explicou na terça-feira, 6, o secretário da Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano.

Policiais e bombeiros. A reforma da Previdência prevê que novos policiais civis, militares, federais e bombeiros também terão que cumprir a regra de aposentadoria com idade mínima de 65 anos e mínimo de 25 anos de contribuição.

A PEC enviada ao Congresso Nacional trará uma regra de transição apenas para policiais civis e federais. Para policiais militares e bombeiros, a transição será regulamentada pelos Estados.0


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.