24/10/2010 às 14h29min - Atualizada em 24/10/2010 às 14h29min

Quem sabe um clássico na final!

Mata-mata. O Uberaba está classificado para as semifinais da Taça Minas Gerais. E o que a De Salto Alto disse há mais de um mês pode realmente acontececer. Se no próximo sábado, o Uberlândia conseguir pelo menos um empate em Nova Lima, diante do Villa Nova, e o Uberaba vencer o Funorte em Patrocínio, o UEC enfrentará o Tricordiano no primeiro mata-mata e o Zebu terá que eliminar o Leão do Bonfim, para  termos uma grande final entre Uberaba x Uberlândia.
Positivo e negativo. O Villa vem de dois resultados negativos. Perdeu para o Mamoré e empatou com o Tricordiano. Esta queda pode favorecer o Uberlândia que vem de uma goleada sobre o Funorte e um empate sem gols no Uberabão, contra o Uberaba. O time de Moacir Jr. precisará apenas um empate para terminar a primeira fase na ponta da tabela de classificação.
Cansaço. Após a vitória por 1 a 0 sobre o Mamoré, o técnico Marcos Birigui ainda alegou cansaço dos jogadores. "Foram duas semanas de muitas viagens, é natural percebermos este cansaço nos nossos jogadores", declarou o comandante à Rádio Sete Colinas. Ainda de acordo com o que disse Birigui, o time irá se preparar para a fase eliminatória. A partida contra o Funorte deve contar com grande parte dos jogadores reservas. Lembrando que o Colorado não pode pensar em perder do Funorte, se quiser terminar a primeira fase em terceiro.
Num piscar de olhos. Terminando a Taça Minas Gerais, o USC terá pela frente a difícil tarefa de montar a equipe que disputará o Campeonato Mineiro de 2011. Muita coisa precisa ser analisada. Mais um título da Taça Minas será importante para o Zebu, embora o grande objetivo deste ano não foi alcançado. Conquistar o acesso à Série C ficou no passado para a comissão técnica e para o jogadores, mas espero que não tenha sido apagada da cabeça da diretoria, principalmente do gerente e do diretor de futebol do USC. Para o Mineiro, é importante não querer vencer apenas o Atlético e o Cruzeiro, mas fazer boas partidas contra a Caldense e o Democrata, por exemplo e, finalmente, conqusitar a vaga para a Série D.
Eu me lembro. O fato é que o planejamento do USC acontece à medida em que as situações vão aparecendo. Logo após o Campeonato Mineiro, ainda trabalhando no Grupo JM de Comunicação, falei diversas vezes sobre a desistência do Villa Nova na Série D. Em tempo, o USC poderia ter montado a equipe com calma, trazido atacantes e assim, o resultado poderia ter sido diferente.
Depois das eleições. Também vale a pena lembrar que no próximo domingo terminará o período eleitoral em todo Brasil. Com isso, a diretoria pode dar andamento no projeto de construção do novo centro de treinamentos, antes que o oba-oba pró USC acabe e tudo isso termine no esquecimento.
Faça suas apostas. As declarações do presidente do Uberaba Sport Club são desanimadoras. Percebo o Luiz Humberto Borges cansado e abatido após quase 5 anos de trabalho à frente do Uberaba. Apesar de muita gente criticá-lo, não podemos deixar de lembrar que tivemos outros presidentes muito piores, que detonaram o time dentro e fora de campo. Acho que o Luiz Humberto deveria ter gritado mais alto, mas não acredito que, hoje, o Uberaba tenha um homem mais forte que ele para sentar na cadeira de presidente do clube. Alguém arrisca um palpite?
Tem que comer muito feijão. A Federação Mineira de Futebol precisa comer muito feijão se quiser se tornar uma instituição séria e competente. Além de não ajudar em nada os times do interior, comete erros absurdos. Como o da imagem abaixo, dizendo que o jogo entre Uberaba x Mamoré teve o placar de 3 a 0 para o Zebu! Que piada é esta FMF!
Quem é rei nunca perde a majestade. No Brasil, Ronaldo, Ronaldinho, Robinho e Neymar foram comparados ao grande ídolo do futebol mundial Pelé. Durante toda semana, diversas emissoras prestaram suas homenagens ao tricampeão mundial pelos 70 anos completados ontem. Os lances mostram: estamos longe de ter um outro Pelé em campo.
Único. Num tempo em o futebol falava mais alto que os empresários dos jogadores, Pelé fez o mundo inteiro reconhecer seu talento com a bola. Dono de jogadas incríveis e inesquecíveis, o Rei, como é chamado, encheu os olhos dos cartolas e dos torcedores e não existe outro igual no mundo. Talvez nasça. Vamos esperar mais 70 anos!

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.