30/11/2016 às 19h37min - Atualizada em 30/11/2016 às 19h37min

Sem acordo, servidores da Receita Estadual fazem nova paralisação

A recepção da Secretaria Estadual de Fazenda, em Uberaba, ficou a maior parte desta quarta-feira (30), vazia. Do lado de fora do prédio, faixas fixadas nas grades dos portões avisavam sobre a paralisação. Cerca de 80 servidores fizeram uma manifestação na sede do órgão, na vila olímpica.

O grupo reclama de atrasos salariais e a distorção dentro da carreira. “Não foi feita nenhuma reunião com servidores até agora, uma reunião foi cancelada e não teve remarcação, já temos três anos de perdas salarias e o governo não abre as portas para tratarmos do assunto”, reclamou o gestor fazendário Ivo Pereira.

É a segunda vez no mês de novembro que técnicos, analistas e gestores fazendários paralisam os serviços na Receita Estadual de Uberaba. Apenas o serviço de protocolo de documentação foi realizado. No dia 09, o grupo já havia cruzado os braços, mas não houve acordo. Também paralisaram as atividades os municípios de Araxá, Conquista, Ibiá, Frutal, Iturama, Delta e Sacramento.

A falta de efetivo também tem sido problema, de acordo com os sindicatos. “Atualmente são cerca de 180 atuando na regional, é necessário pelo menos o dobro desse número, e o último concurso público realizado para categoria foi feito em 2007”, lembrou a auditora fiscal Tânia Rodrigues Faria.

Em nota, a Secretaria de Estado de Fazenda informou que por causa das dificuldades financeiras e da lei de Responsabilidade Fiscal não é possível atender as  reivindicações dos manifestantes. Ainda segundo a SEF, na próxima semana deve ser realizada uma reunião com sindicatos para discutir escalonamento dos vencimentos e pagamento do 13º salário.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.