28/11/2016 às 16h49min - Atualizada em 28/11/2016 às 16h49min

Área verde vira ponto de descarte ilegal de lixo

[gallery link="file" columns="4" ids="4617,4625,4618,4619"]

Nos grandes centros é cada vez mais comum o avanço das construções sobre as áreas de mata verde e de vida nativa. Em Uberaba, apesar do grande crescimento habitacional dos últimos anos, ainda é comum encontrar espaços de resistência verde que são um refúgio para algumas espécies. Em um deles, a Mata do Bugio, o descarte irregular de lixo e o esgoto a céu aberto estão minando a resistência da área verde.

Esse refúgio ameaçado chamou a atenção do fotógrafo Jairo Tadeu Soares. Há um ano ele vem acompanhando de perto as espécies nativas da Mata do Bugio. Segundo ele, são três espécies de macacos que são predominantes na mata, além dos pássaros e outros animais silvestres. Casado, pai de família, Jairo é um defensor da natureza. Pensando no futuro dos filhos ele resolveu criar uma página no Facebook onde posta fotos dos seus vizinhos ilustres e também aproveita para alertar as autoridades locais da importância da preservação deste espaço.

[gallery columns="4" link="file" ids="4622,4623,4621,4624"]

“Não é só pela sobrevivência das espécies que estão aqui, mas também para os próprios moradores da região que precisam de um espaço para o lazer, já que a mata fica ao lado do condomínio Terra Nova”, frisa. “Aqui, ao contrário das outras três áreas de preservação que foram transformadas em parques ativos de lazer dentro da cidade, o lixo das construções dos condomínios vizinhos está espalhado pela mata. Quase toda reforma que acontece nos condomínios, se antes o lixo era abandonado na própria avenida Geraldo Formiga do Nascimento, hoje é jogado dentro da área do loteamento junto à mata”, denuncia.

Segundo o fotógrafo, a situação precisa de intervenção das autoridades. “Sou fotógrafo e faço registros da natureza há muito tempo. Quando vi que essa mata tão pequena tinha esta população de macacos de três espécies diferentes, isso me chamou a atenção. Depois fui descobrindo e observando outras espécies, e a luta pela sobrevivência destes animais. Aí, ficou impossível não se envolver, a página foi criada por mim, mas, já tem um pessoal envolvido. Nossa briga não é com a construtora nem com o novo loteamento que está saindo ali, mas a favor da proteção do que restou.”

Nas redes sociais os membros do S.O.S. Mata do Bugio denunciam as agressões ao meio ambiente e chamam atenção da sociedade para necessidade de cobrar das autoridades locais um posicionamento para a preservação ambiental. É um trabalho social de conscientização que tem por objetivo despertar nas pessoas o interesse pela preservação das áreas verde. Se você ficou interessado em saber mais sobre S.O.S Mata do Bugio basta acessar a página deles: facebook.com/MatadoBugio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.