07/11/2016 às 15h44min - Atualizada em 07/11/2016 às 15h44min

Após fim de ocupação, aulas são retomadas na UFTM

Alunos da Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, retornaram as atividades na manhã desta segunda-feira (7).

As aulas foram suspensas por nove dias, quando cerca de duzentos alunos ocuparam o prédio no Centro Educacional, no bairro Abadia. A entrada na Universidade estava sendo controlada por alunos do movimento “Ocupa UFTM 2016”.

Na última sexta-feira, a justiça determinou a desocupação imediata do prédio, sob pena de multa diária no valor de R$ 100 para cada dia de atraso por estudante que descumprisse a medida de reintegração de posse.

A desocupação ocorreu no mesmo dia da decisão judicial e foi acompanhada pela Polícia Federal. A ação foi pacífica.

[caption id="attachment_3763" align="alignright" width="300"]
00062-mts_snapshot_00-18_2016-11-07_14-28-24

00062-mts_snapshot_00-18_2016-11-07_14-28-24

Ana Flávia Silveira, estudante de fisioterapia[/caption]

Na manhã desta segunda-feira, a estudante do 5º período de fisioterapia, Ana Flávia Silveira, pode voltar as atividades do curso. “ Estávamos tendo as aulas normalmente, mas em outros locais, mas estava complicado pois não eram locais adequados, faltava estrutura e agora vai ser mais tranquilo com a normalidade.

A técnica em enfermagem Maria Nadir Faria falou sobre o alívio em poder ter livre acesso ao prédio novamente.“ A gente era barrado, mesmo precisando usar o caixa para sacar dinheiro e pagar as contas, agora posso entrar livremente”, contou.

[caption id="attachment_3762" align="alignleft" width="300"]
00063-mts_snapshot_00-03_2016-11-07_14-27-51

00063-mts_snapshot_00-03_2016-11-07_14-27-51

Maria Nadir Faria, técnica em enfermagem[/caption]

Apesar da retomada das aulas, desde o fim de semana, parte dos professores da UFTM entraram em greve.

De acordo com a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Triângulo Mineiro – ADUFTM, o grupo é contra uma série de medidas propostas pelo Governo Federal, como a Proposta de Emenda à Constituição PEC 241, que agora é PEC 55 e limita os gastos públicos nos próximos vinte anos, a Reforma do Ensino Médio, dentre outros.

Em nota, a Reitoria da UFTM informou que não houve problemas após a reintegração.  Após a saída dos estudantes que ocupavam o prédio, foi feita uma vistoria no local e nenhuma irregularidade foi constatada. Sobre alteração no Calendário Acadêmico, ainda não houve nenhuma alteração. O tema deverá ser discutido em reunião do Conselho de Ensino em data a ser definida.

Ainda segundo a  Reitora, foi realizada uma reunião com representantes do movimento grevista do seguimento docente e técnico administrativo. Representantes do movimento estudantil também participaram da reunião para manutenção do diálogo entre as partes.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.