02/11/2016 às 11h29min - Atualizada em 02/11/2016 às 11h29min

Sede da associação do bairro de Lurdes está abandonada

[caption id="attachment_3482" align="alignleft" width="300"]
lurdes-10

lurdes-10

Carroceiro mora nos cômodos destruídos e improvisa almoço nas ruínas[/caption]

Prédio da sede da Associação dos Moradores do Bairro de Lurdes está abandonado. O presidente diz que a construção parou por falta de recursos. Ladrões levaram telhas e outros materiais. A precária estrutura já serviu de esconderijo de usuários de drogas e hoje virou a casa de um carroceiro que não tem outro lugar para morar.

Na edição anterior, mostramos a reclamação dos moradores do bairro em relação ao campo de futebol que fica na avenida Padre Eddie Bernardes. Os “boleiros” estavam na bronca com o estado do gramado, das traves e do alambrado, e principalmente com o vestiário, cheio de lixo, colchões e roupas velhas de andarilhos. De volta ao campo, o Uberaba Popular viu que nenhuma reforma foi feita. A reportagem reencontrou dois dos reclamantes, os irmãos Marcos e Cláudio Frois, que disseram que o presidente da Funel (Fundação de Esporte e Lazer), Luiz Alberto Medina, esteve no local depois da publicação da matéria e prometeu melhorias. “Ele quer que a associação do bairro tome conta do campo, mas o presidente não gosta de futebol. Vamos formar uma chapa para a próxima eleição e reformar tudo. Mas queremos saber que verba a associação recebeu e em que foi usada”, questiona Marcos.

[caption id="attachment_3479" align="alignright" width="300"]
lurdes-7

lurdes-7

Interior da sede da Associação de Moradores[/caption]

Para piorar, um novo problema acontece bem em frente ao campo: um grande galho de uma árvore quebrou e só não caiu porque está “preso” por outros galhos. “Ninguém veio tirar o galho, se cair pode quebrar os carros que estacionam embaixo da árvore ou machucar alguém, porque é pesado”, completa Cláudio.

[caption id="attachment_3476" align="alignleft" width="300"]
lurdes-1

lurdes-1

Fábio Cesário diz que as obras foram mal feitas[/caption]

A reportagem procurou pelo presidente da Associação dos Moradores e descobriu que a sede, que também fica na Padre Eddie, está arruinada. Dono de uma loja de materiais em frente, Fábio Cesário diz que as obras foram mal feitas. “O muro aí está pela metade porque uma chuva derrubou a parte de cima, porque a estrutura era péssima. Depois que o muro desmoronou, roubaram telhas, material de banheiro e tudo que podiam. Quando eu fui diretor, eu mesmo construí o muro dos fundos e esse não cai. Esse espaço aqui poderia ser usado para eventos”, comenta o empresário, que fala que o presidente “não tem culpa” da situação, já que os demais diretores saíram de cena e ele ficou sozinho.

A comerciante Vilma Barbosa conta que quis alugar o imóvel para servir de depósito, mas não conseguiu e, agora, o prédio abandonado é o lar do carroceiro Aníbal Marçal. “Não tenho onde morar, então o pessoal me deixa ficar aqui”, revela, enquanto serve o “almoço” do cavalo e dos cachorros para, em seguida, improvisar sua própria refeição, com fogo na lenha. “Tem dois anos que estou aqui”.


Presidente relata dificuldades

Por telefone, o UP conseguiu contato com o presidente da associação, Marcelo Olindo de Alvarenga, que disse que “está” presidente. “Quando assumi, a história, a ‘lenda’ é que teria uma verba, de quando o prefeito ainda era o Anderson, mas esse tal dinheiro sumiu e só levantamos as paredes, ainda tirei mais de R$ 7 mil do meu bolso. Quando você entra, vinte pegam com você, depois sobram três e, na hora de fazer alguma coisa, um vai viajar e o outro não pode”, declara.

Marcelo afirma que tem dificuldades em conseguir verbas ou qualquer outro apoio do poder público por ter sido candidato a vereador, ainda nas eleições de 2012. “Você tem que ser do ‘grupo’ certo, senão não consegue nada”.

Sobre o campo, o presidente diz que, no estado em que se encontra, não tem como a equipe do bairro sequer disputar o Campeonato Amador. “A Liga não deixou o time se inscrever porque não tem campo, se disputasse o Amador, o pessoal do time mesmo cuidaria do campo. Se a Prefeitura o deixasse em perfeito estado, poderíamos alugar, colocar um bar, e daí tirar para a manutenção”, assinala.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.