23/10/2016 às 19h25min - Atualizada em 23/10/2016 às 19h25min

Ismar Marão

A segurança e o esporte são as principais bandeiras de Ismar Marão. Não poderia ser de outro jeito. O vereador é policial civil e “boleiro”. E defende o esporte e o lazer como armas contra a criminalidade e como formas de inclusão.

Ismar Vicente dos Santos, 47 anos, é nascido e criado em Uberaba. Casado, pai de 4 filhos, morou a vida inteira no Boa Vista, seu reduto eleitoral. Foi funcionário público municipal, trabalhando como motorista da Secretaria de Saúde, antes de, em 2002, ser aprovado em concurso da Polícia Civil. Atuou oito anos na delegacia de homicídios e hoje está no setor de inteligência da corporação.

O vereador é “pupilo” de Heli Andrade, dando sequência aos ideais do delegado Grilo. “Eu sempre apoiei o doutor Heli nas eleições e, para 2008, com nosso grupo formatado, me escolheram como o ‘substituto’ dele, que não se candidataria de novo. Na primeira eleição minha, consegui ser eleito, graças a Deus pegando a “herança” de muitos votos dele”.

A campanha de Ismar foi do tipo “de porta em porta”. “Fiz poucas reuniões, foi mais no cadastro que já tínhamos de pessoas atendidas no gabinete e na residência de amigos. A campanha foi na sola de sapato”. Nas andanças, percebeu que o povo está desiludido, e muito, com a política. “A maneira certa de protestar não é votando nulo ou deixando de votar, mas mostrando que acredita em um candidato e dando seu voto de confiança. Se não tiver o melhor, que vote no ‘menos ruim’. E, se ele não cumprir as promessas de campanha, cobrar”, declara Marão.

As “artimanhas” nas eleições não são ignoradas pelo vereador. Histórias de compra de voto não são novidade. “Sabemos que tem político que usa esse artifício, pagando para colocar uma placa, um adesivo. Ele identifica quem está precisando, às vezes bate na casa de um pai que não tem o gás para esquentar o leite dos filhos. Pega, mas não vota no corrupto: só assim essas pessoas não farão mais isso”.

Lembrando o trabalho que sempre fez na união da segurança, esporte e lazer, “mas não deixando de olhar outras demandas”, ele destaca o apoio que deu a vários times e diz que pretende valorizar mais as categorias de base. Uma conquista que sempre cita é a do projeto “Campos de Luz”, no estádio Zé Galinha, campo do Vila Nova. “Conseguimos também pro Ipiranga, mas a documentação não estava pronta na época, e agora, com a regularização, temos o compromisso de levar a iluminação pra lá também”, afirma.

Marão também vai lutar por mais segurança nos campos, garante. “A violência tomou conta e não temos mais campos lotados como antes, até com crianças. Aprovei o projeto que proíbe fogos de artifício em campos municipais. Não temos condição de interferir em coisas da Liga, mas como o campeonato é feito em campo municipal, bancado pela Prefeitura, o presidente da Funel tem condição, desde que identifique a autoria de quem soltou a bomba, de proibir a continuação do campeonato”, brada.

13086628_570011529848234_530590998148546011_o

13086628_570011529848234_530590998148546011_o

Finalizando, Ismar diz que é situação, mas sempre aprovando apenas projetos que ele entenda que são para o bem da população. “Agora com o vice-prefeito (eleito) Ripposati e o deputado Marcos Montes, vamos trabalhar juntos para a população”, discursa.

Quem quiser encontrar Marão, pode procurar nos campos por aí. Ele conta que gosta de ficar em casa, mas, como pessoa pública, não tem mais jeito, então, aos fins de semana está sempre acompanhando os campeonatos de futebol, o hobby dele, junto com umas boas pescarias – que ficaram mais raras. Além de acompanhar, também gosta de bater uma bolinha. “Aos sábados de manhã faço algumas apresentações”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.