16/04/2010 às 22h25min - Atualizada em 16/04/2010 às 22h25min

Van Straten espera pagamento

  • Mar de Rosas. Quem não se lembra do anúncio feito no passado, quando em uma coletiva de imprensa muito bem organizada, a Van Straten foi anunciada como empresa responsável pelo marketing do Uberaba Sport Club? Na época, ela chegava como “salvação” para o time que precisava de patrocínios para a Série D e a Taça Minas Gerais.
  • Acordo. O anúncio da contratação da empresa de publicidade deu ao USC uma aparência de time realmente profissional. Tendo uma pessoa encarregada de lidar com os assuntos que interessavam ao clube. Vender a marca Uberaba Sport e obter recursos financeiros que suprissem as despesas com as competições. Por um lado, o Uberaba só pagaria a Van Straten os 20% sobre o que ela negociasse para o clube e por outro lado, a Van Straten poderia tomar um enorme prejuízo se, por acaso, não trabalhasse para buscar as parcerias.
  • Resultados. Os resultados apareceram. Na viagem da delegação colorada para Natal, onde jogou com o Alecrim pelas quartas-de-final da Série D, a diretora da Van Straten, Maria Rita Faleiros trabalhou ao lado da diretoria para conseguir a verba que possibilitou a ida ao Rio Grande do Norte. No mesmo dia, anunciou em primeira mão no JM Esportes, que a Lupo patrocinaria o time no Campeonato Mineiro. Ainda de acordo com o que divulgou a diretoria do Uberaba Sport Club, a Van Straten também estaria à frente das negociações com a Unimed e o banco BMG.
  • Choradeira. Desde que foi eliminado do Campeonato Mineiro, parece que todo mundo resolveu chorar as dívidas do clube. É salário de jogadores atrasados, que até outro dia, todo mundo negava. São compromissos financeiros inadiáveis, que estão sendo cumpridos por alguns diretores com dinheiro do próprio bolso, entre outros argumentos.
  • Dívidas. Que o Uberaba Sport está endividado, todo mundo sabe. Que a justiça leva em média 30% do valor da renda, também. Mas, se a diretoria não sustenta a posição de time profissional, não devia nem tentar. O fato é que agora, a Van Straten quer receber, como empresa profissional que fez o seu trabalho. Não adianta queixarem das dívidas, até porque no ato do recebimento dos valores dos patrocinadores, os 20% da Van Stratem não devia ter sido colocado no caixa do Uberaba Sport.
  • Prejuízos. Conforme questionou o presidente do clube, Luiz Humberto Borges durante a coletiva em que anunciou a empresa como prestadora de serviços do USC, ela teria que bancar todos os gastos com as viagens e telefonia. Acordo este, que foi cumprido pela empresa que em momento algum, apresentou as contas para o clube.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.