13/10/2016 às 18h28min - Atualizada em 13/10/2016 às 18h28min

Vândalo destrói câmeras de segurança no Jardim América

[caption id="attachment_2832" align="alignright" width="300"]
O proprietário trabalha na região há cerca de 26 anos e decidiu instalar o circuito de segurança para se prevenir da violência.

O proprietário trabalha na região há cerca de 26 anos e decidiu instalar o circuito de segurança para se prevenir da violência.

O proprietário trabalha na região há cerca de 26 anos e decidiu instalar o circuito de segurança para se prevenir da violência.[/caption]

Mesmo danificadas, as câmeras de segurança registraram o vandalismo. Já era madrugada quando um homem que tentava esconder o rosto com a camiseta, segurava uma barra que parecia ser de madeira. Após olhares desconfiados para os lados, como se não quisesse ser visto,  o homem foi em direção as câmeras e atingiu os equipamentos propositalmente.

Foram duas câmeras danificadas. A primeira fica na residência do comerciante Gaspar Jordino da Silva de 69 anos. Morador da rua Tupis, no bairro Jardim América, região do Abadia, ele também notou estrago na câmera instalada do lado de fora do bar.

Segundo o comerciante, as câmeras foram instaladas na segunda-feira, mas nem deu tempo de aproveitar o serviço de segurança, porque na madrugada de terça para quarta elas foram danificadas.

O proprietário trabalha na região há cerca de 26 anos e decidiu instalar o circuito de segurança para se prevenir da violência. “ Não imaginei que isso poderia acontecer, as câmeras são benefício para nós e para os vizinhos, mas infelizmente esse tipo de gente ainda existe”, contou Gaspar Jordino.

[caption id="attachment_2830" align="alignleft" width="300"]
o-musico-tide-bomfim-teme-que-os-pais-sofram-retaliacao

o-musico-tide-bomfim-teme-que-os-pais-sofram-retaliacao

Tide Bonfim está preocupado com a segurança dos pais idosos.[/caption]

O músico Aristides Bonfim é filho do comerciante e está preocupado, já que os pais são idosos. Ele tem medo de que a família sofra nova retaliação. “Eu nem dormi essa noite, de preocupação porque meus pais vivem sozinhos e o circuito me ajuda a protege-los já que posso acompanhar tudo de um celular”, esclareceu.

A família registrou um boletim de ocorrência. Aposentado, mas com muita disposição para trabalhar, seu Gaspar lamenta o prejuízo. Investiu R$3 mil e vai ter que gastar mais R$ 800 no reparo das câmeras.

A redação do Uberaba Popular entrou em contato com a Polícia Militar e aguarda posicionamento sobre ações preventivas na região mencionada na reportagem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.