15/01/2022 às 20h30min - Atualizada em 15/01/2022 às 20h30min

Agronegócio vai dotar com câmara fria abatedouro em São Basílio

Seis novos produtores se filiaram à entidade e iniciaram a criação de frango caipira

O Governo Municipal, por meio da Secretaria do Agronegócio (Sagri), espera deflagrar, em breve, processo visando dotar com câmara fria o abatedouro de aves em São Basílio. A unidade busca também o certificado de inspeção estadual para ampliar suas comercializações.

Os assuntos foram tratados durante reunião, nesta semana, entre o titular da pasta do Agronegócio, José Geraldo Borges Celani, e a secretária da Associação dos Produtores de São Basílio e gestora do abatedouro, Cláudia Silva Cordeiro.  

A dirigente disse que, nos últimos três meses, seis novos produtores se filiaram à entidade e iniciaram a criação de frango caipira. “Com isto, a expectativa é de que em maio, mais tardar, começo de junho, a produção dos 12 associados atinja seu pico. Tal fato ocorrendo, os freezers da unidade não serão suficientes para atender todo o abate, sendo fundamental até lá a montagem de câmara fria, disponibilizada ao abatedouro por meio de emenda ao orçamento 2022 pelo vereador Marcos Jammal", relatou. Ela destacou que dessa forma conseguirá aumentar bem a capacidade armazenadora no local.

O secretário Celani informou que os recursos no valor de R$50 mil, provenientes deste remanejamento orçamentário, já estão sendo direcionados para o devido fim, que é a compra e instalação de câmara fria no miniabatedouro de frangos em São Basílio.

“Porém, é preciso dispor da abertura do sistema anual, autorização do comitê e elaboração do projeto, contendo medidas e capacidade do equipamento, assim como a energia necessária, dentre outros detalhes, para depois abrir processo licitatório", disse. José Geraldo entende que a dotação do abatedouro com a câmara fria será uma conquista importante, sempre trabalhada pela pasta, e no que depender dele, irá agilizar ao máximo o sistema com vistas a atender a demanda.

O titular do Agronegócio aproveitou para demonstrar a sua satisfação com a chegada de novos criadores de frango ao grupo. “Antes mesmo de a Sagri montar o abatedouro, sempre defendi investimentos diante do potencial avícola das comunidades rurais de Uberaba.”

O secretário disse ainda que, na oportunidade, solicitou à secretária Cláudia Cordeiro a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) jurídica da Associação em dia, a fim de cadastrar e certificar o frango caipira do abatedouro e a horticultura dos produtores de São Basílio com o selo nacional da Agricultura Familiar. Esse certificado, segundo José Geraldo, deve ser emitido ainda neste primeiro semestre de 2022.

Também na reunião, Cláudia comunicou aos dirigentes do Agronegócio que a Associação tem avançado na meta de obter do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) o certificado de inspeção estadual. “Em parceria com a Emater, estamos montando o processo com preenchimento de formulários por aviário e documentação dos produtores, visando dar entrada na solicitação do certificado”, disse a secretária. Ela destacou ainda que tal documento é fundamental para os anseios dos associados em ampliar as comercializações do abatedouro para outras cidades do estado de Minas Gerais.
Link
Notícias Relacionadas »
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.