05/10/2016 às 21h28min - Atualizada em 05/10/2016 às 21h28min

Mostra itinerante sobre Física atrai público com experimentos

Em Uberaba, uma exposição itinerante tem chamado atenção dos visitantes.  O público faz uma viagem interativa e divertida no mundo da Física.

Quando o assunto é discutido em sala de aula, muita gente torce o nariz! “Sou péssima, muito ruim, mas essa oportunidade está mudando a minha opinião”, contou a estudante Amanda Abdala, enquanto jogava um dos jogos expostos na Mostra.

Quem visita a exposição, acaba mesmo mudando de opinião sobre a ciência que estuda a natureza e seus fenômenos.

Na “ExperCiência”, considerada a maior exposição itinerante do setor no Brasil, é

possível interagir com 25 experimentos curiosos reunidos em um mesmo ambiente. A ideia é do professor Júlio Abdala, um apaixonado pelo assunto! “Sou formado em Física e sempre procurava algo para tornar o tema mais interessante para o aluno e há 20 anos criei esse Mostra que traz curiosidade e diversão para os alunos”, disse.

Em cada canto, uma descoberta. Barras coloridas não estão na sala de enfeite. De acordo com o professor Júlio, é uma demonstração de ressonância que esclarece as consequências de um terremoto. Antenas parabólicas posicionadas uma distante da outra, é um experimento que proporciona aos participantes uma conversa bem clara, mesmo de longe. Tudo graças à reflexão das ondas sonoras. A experiência fez a babá

Adriana de Paula se lembrar de uma brincadeira de criança. ”Parece telefone sem fio, quem nunca brincou?”, disse a visitante enquanto conversava com uma aluna.

As canetas que fazem lindos desenhos e impressionam pela rapidez e perfeição.  A técnica tem um nome difícil: é o Harmonógrafo, onde a caneta desenha por meio de um sistema de pêndulos.  A ilusão de ótica faz pensar que as cordas do violão estão em movimento, mas elas continuam paradas. A associação de espelhos forma uma esfera gigante na sala escura, mas quando se olha nas laterais o público se pergunta: Como assim? A resposta é pura Física!

Maria Eduarda Ferraz experimentou a relação de peso e movimento. “Quando se abre os braços segurando os pesos a cadeira gira com velocidade menor, é muito interessante”, explicou.

A sensação da mostra é um  acelerador de partículas eletrizadas.  Quando a pessoa coloca a mão no equipamento, os cabelos arrepiam! A estudante Maria Gabriela de Sousa e Paula ficou de cabelo em pé! “Sempre gostei de Física, eu acho que é complicado se você não se interessar, mas na prática é muito melhor”, finalizou.

O entusiasmo dos visitantes é uma confirmação de que aprender na prática faz toda a diferença no aprendizado!

A exposição é gratuita e aberta ao público até o dia 22 de outubro,  de segunda  a sábado das 10h às 22h e aos domingos de 14h as 20h, no pavimento 1 do shopping que fica na avenida Leopoldino de Oliveira, 5.100, na Vila Olímpica.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.