12/03/2019 às 11h37min - Atualizada em 12/03/2019 às 11h43min

Bom Retiro inaugura estádio e homenageia Ismael de Oliveira

[caption id="attachment_15562" align="aligncenter" width="600"] Foto: Jornal REPLAY[/caption]

A Sociedade Esportiva Bom Retiro agora tem casa própria. A agremiação inaugurou no último sábado (9) seu estádio, que leva o nome de Ismael de Oliveira, em homenagem dos dirigentes a um baluarte do futebol amador, um dos fundadores do clube, em 1960.

O novo campo fica ao lado do estádio Zé do Tiro, no bairro Parque das Américas. O presidente do Bom Retiro, Vilmar “Galo”, explica que a Prefeitura cedeu o espaço e o clube ficou responsável pela manutenção do gramado e pela construção dos vestiários.

O cartola comenta sobre a escolha do nome da cancha, um tributo a um personagem histórico do futebol uberabense. “É uma homenagem merecida, e o mais importante, feita ainda em vida. Não tem como falar de futebol amador e não falar de Ismael de Oliveira”, explana Galo.

Ismael deu o pontapé inicial da partida amistosa entre amigos do Bom Retiro que marcou a inauguração oficial do campo onde o Tigre – que esse ano disputará todas as categorias da LUF, do Pré-Mirim ao Sênior – vai mandar seus jogos.

Reconhecimento

[caption id="attachment_15556" align="alignleft" width="216"] Ismael de Oliveira Foto: Arquivo Pessoal[/caption]

O homenageado afirma sentir-se lisonjeado com a honraria recebida. “Fiquei emocionado, felicíssimo com essa homenagem ainda em vida. É um reconhecimento pelo trabalho de tantos anos. Esse reconhecimento, essa gratidão, são coisas que quase não se vê mais hoje em dia”, destaca. “Vai ficar para a eternidade, assim como os nomes de Glayer Leite, de Antônio dal Secchi, que eu não conheci, mas estão na história”, assinala.

Ismael era diretor e treinador do Bom Retiro no único título do Tigre no Amadorão, em 1987, na decisão contra o Santa Marta. Além disso, tem uma vida dedicada ao futebol. Secretário da Liga Uberabense de Futebol e radialista da emissora Sete Colinas, ele diz que ama o futebol “desde que nasceu”. “Com sete anos eu já pulava muros por aí para assistir jogos”, conta o desportista, que esse ano passou a fazer parte, como titular, do Conselho Municipal de Esporte.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar
(caracteres restantes: 500)
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.