17/02/2012 às 15h49min - Atualizada em 17/02/2012 às 15h49min

Banco Zero

Banco zero. O amistoso contra a URT serviu para mostrar que o banco de reservas do Uberaba precisaria de, pelo menos, dois meses de preparação e ritmo para conseguir chegar perto de uma equipe titular que disputa o Campeonato Mineiro. Alguns jogadores cometeram erros tão primários que chego a dizer que seria o caso de voltarem à escolinha de futebol.
Imaturidade e 4x2. Além das falhas na defesa, os jogadores não tiveram maturidade. Nenhum time com pretensões de chegar à uma disputa como a Série D tem o direito de entregar os pontos aos 30 minutos de jogo, após construir uma vantagem de 2 gols, como se a partida tivesse terminado.
Maré não está pra peixe. Antes do início da partida, confirmei com o diretor, Ernani Nogueira, se ele estava mesmo procurando reforços. Ele afirmou que a época não é propícia. “É muito difícil achar jogador nesta época”, declarou.
De onde vem isso? Aliás, como sempre, Ernani contestou as informações que passo na coluna. “Não sei de onde você tira isso que tá vindo empresário para contratar o Eder e o Gabriel”. Imediatamente sussurrei o nome do empresário que me adiantou a informação. Silêncio profundo após a resposta. Aliás, o empresário virá a Uberaba no dia 10 de março para assistir a partida entre Uberaba e Caldense.
É por isso que não pode ser de graça. A diretoria do Uberaba resolveu não cobrar ingresso para o amistoso contra a URT. Sempre coloco o torcedor em primeiro lugar, até porque, todo mundo sabe que a única coisa permanente em um time de futebol é a torcida. Diretores são substituídos e jogadores vão embora. É a lei do futebol e do esporte. Mas ontem o que tinha de torcedor desagradável no Uberabão não estava escrito. Xingaram de todos os nomes o técnico Nenê Belarmino e criaram confusão com os jogadores reservas da URT. Tudo isso embalado pela cervejinha liberada. Depois querem reclamar a proibição do álcool nos estádios. Respeito é bom e todo mundo gosta.
Direitos e deveres. O torcedor tem todo direito de manifestar suas insatisfações, mas não compreender o que foi feito ontem é muito injusto. Para não passar um vexame maior, quando o jogo valer três pontos, o time reserva entrou em campo ontem. Não é xingando o treinador de burro, quando ele não tem outra opção, que o time vira o Barcelona. Calma lá minha gente, era só um amistoso!
UPA???????. Depois do choque de Gabriel Davis com jogador da URT, o meia do Uberaba ficou tonto com a pancada e não havia médicos no Uberabão. Após ser removido pela ambulância, Davis foi levado à Unidade de Pronto Atendimento onde permanceu em observação até as 5h.
Complicado. Não estou querendo bancar a ave de mau agouro, mas a presença de um médico no gramado é imprescindivel até em jogos de bolinha de gude. Outra observação, a situação do USC fica clara quando fatos inesperados acontecem. Conduzir jogador machucado à UPA’s é o fim da picada!!!
Folga. Após amistoso, jogadores ganharam folga e voltarão aos treinos na segunda-feira. Nada mal para quem tem dois jogos difíceis e fora de casa pela frente.
Adversário. O Tupi anunciou a contratação do atacante Evandro Paulista, de 24 anos. O jogador era do Time B do Cortinhians. Como toda nova contratação, o jogador discursou sobre grupo e trabalho forte para tirar o Galo da amarga posição de vice-lanterna
Ditadura. Passados 23 anos, Ricardo Teixeira deve anunciar, nos próximos dias, seu afastamento do cargo de presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Claro que, contra sua vontade. Nos últimos meses, choveram denúncias de corrupção contra Teixeira, inclusive, um dos casos está sendo investigado na Suiça, por ter envolvimento com a Fifa.
6 por meia dúzia. Como alegria de brasileiro dura pouco, Ricardo Teixeira cogita pedir licença do cargo para não entregar a presidência definitivamente para José Maria Marin, o atual vice. Neste caso, Ricardo terá o direito de escolher o nome do seu sucessor. Fernano Sarney, filho do Presidente do Congresso Nacional, José Sarney, é o primeiro nome da lista de Teixeira. Em outras palavras, vão trocar o chefe mas a máfia é a mesma.
Outros nomes. Marco Pollo Del Nero, da Federação Paulista e Rubens Lopes da Costa Filho, da Federação Carioca, também estão ansiosos, aguardando a decisão do presidente da CBF. Caso haja eleição, os dois são fortes candidatos ao cargo.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.