20/11/2018 às 16h33min - Atualizada em 20/11/2018 às 16h36min

Uberaba perde Dalva Borges

[caption id="attachment_14559" align="alignleft" width="380"]
Dalva e Chico Xavier | Foto: Comunhão Espírita Cristã[/caption]

Notícia triste para a comunidade espírita de Uberaba. Morreu nesta segunda-feira (19), aos 98 anos, Dalva Rodrigues Borges, uma das fundadoras e ex-diretora da Comunhão Espírita Cristã (CEC), após anos de luta contra o Alzheimer. Ela deixa um legado invejável de uma vida dedicada à caridade, generosidade e espiritualidade.

Em 1959, ao lado de Chico Xavier,  Waldo Vieira, João Jorge Netto, José Thomaz da Silva Sobrinho, Terezinha Queiroz Silva, Joaquim Tomaz da Silva, Hélia Rodrigues Borges Neri, Geralda de Andrade Freitas e Artur Sabino Junior, Dalva ajudou a fundar a Comunhão Espírita Cristã, onde trabalhou com afinco nas sessões de psicografia, arrecadação e distribuição de alimentos e roupas para as famílias mais necessitadas.

[caption id="attachment_14545" align="alignleft" width="206"]
Dalva Borges, 2016 | Foto: Uberaba Popular[/caption]

Dalva não se casou e não teve filhos. Os seus últimos anos foram vividos no Lar André Luiz. O local, que abriga idosos, é um departamento da CEC e foi inaugurado há meio século. Ela também participou ativamente da sua fundação e dos trabalho realizados pelo Lar.

"Ela foi um exemplo para todos nós, principalmente de generosidade. Cumpriu a sua missão", comenta Denise Alves, na despedida da amiga.

A sobrinha, Sueli Arantes Borges fala da saudade, do medo da despedida, mas da necessidade do descanso de alguém que trabalhou incansavelmente pelo bem do próximo. "Essa despedida sem dor é para o vizinho. A gente sofre sim. A tia Dalva sofreu muito. Queríamos tê-la conosco, mas ao mesmo tempo, pedimos clemência porque ela sentia muita dor. Ela fez tudo o que podia e ela descansou".


Link
Notícias Relacionadas »
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.