03/07/2017 às 12h42min - Atualizada em 03/07/2017 às 12h42min

Ex-funcionários da Pró-Saúde fazem ato por acertos trabalhistas

 

A Prefeitura Municipal de Uberaba encerrou o contrato com a empresa Organização Social Pró-Saúde que administrava a gestão nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). Desde o dia 22 de junho, a Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba (Funepu) assumiu o controle da unidades.

Na manhã desta segunda-feira (3), funcionários da Pró-Saúde realizaram ato em frente à Câmara Municipal de Uberaba, na Praça Rui Barbosa, reivindicando os salários do último mês trabalho e o acertos trabalhistas.

A técnica em enfermagem, Adriana Oliveira Corrêa explica que a homologação estava marcada para hoje, mas que havia sido adiada para a próxima sexta-feira (7). "Estamos cobrando os acertos de dois anos e meio trabalhados. O Sindicato alega que faltam R$ 300 mil para efetuarem o acerto, mas os representantes do município negam que exista débitos pendentes com a Pró-Saúde. Estamos desempregados e sem acerto. Nossas carteiras foram recolhidas no dia 2 de junho e até agora nada".

Segundo os manifestantes, os 427 funcionários desligados do trabalho com a Pró-Saúde estão na mesma situação. A Prefeitura de Uberaba e a Pró-Saúde ainda não se manifestaram quanto ao reivindicado na manifestação dos funcionários demitidos. [audio ogg="http://uberabapopular.com.br/wp-content/uploads/2017/07/ato_funcionários_pró_saúde.ogg"][/audio]
Link
Notícias Relacionadas »
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.