23/09/2016 às 20h18min - Atualizada em 23/09/2016 às 20h18min

Militares são presos suspeitos de contrabandear cigarros

Nove pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (23), durante a “Operação Anticorpos”, de combate ao contrabando de cigarros no Triângulo Mineiro. Entre elas, estão dois Policiais Militares suspeitos de envolvimento no esquema. Os PM´s são lotados em Honorópolis, distrito de Campina Verde.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em nove locais nas cidades de Itaurama, Itumbiara (GO) e no distrito de Horonópolis.

O GAECO, Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado de Uberaba esteve à frente das investigações em conjunto com a Promotoria de Campina Verde, Procuradoria da República de Uberlândia e Corregedoria da Polícia Militar de Minas Gerais. “Estávamos monitorando há alguns meses essa organização criminosa envolvida no contrabando de cigarros, eles mantinham a quadrilha informada e os produtos vinham do Paraguai”, disse o promotor de Justiça José Carlos Fernandes, coordenador regional do GAECO.

Outras três pessoas foram detidas em Prata por guarda ilegal de arma de fogo e outras quatro por contrabando, em Ituiutaba. Os policiais foram apresentados à Polícia Civil e o restante dos suspeitos foi levado para a sede da Polícia Federal de Uberlândia.

A ação teve o apoio de 58 policiais militares e 19 viaturas.  Foram apreendidos 11 carros, uma motocicleta, cinco armas de fogo, um rádio de comunicação, mais de R$ 40 mil em dinheiro, diversos documentos e aparelhos eletrônicos.

O Ministério Público de Minas Gerais e o Ministério Público Federal tem até 15 dias para concluírem as investigações.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.