22/06/2017 às 08h52min - Atualizada em 22/06/2017 às 08h52min

Obra do abatedouro de aves no São Basílio deve começar nos próximos dias

O canteiro de obras para construção do abatedouro de aves deve ser montado nos próximos dias em um terreno de 600 metros quadrados, ao lado da Associação dos Produtores da comunidade rural de São Basílio, a cerca de 30 km de Uberaba.

A gestão do abatedouro ficará a cargo da Associação, com apoio técnico da secretaria de agricultura e do Instituto Federal do Triângulo Mineiro, o IFTM. “Estamos com uma expectativa muito grande sobre o projeto, porque vai ser um incentivo muito bom de trabalho para todos aqui”, comenta o José Honório de Moraes, presidente da Associação.

O espaço vai ser erguido graças a recursos de uma emenda parlamentar no valor de R$ 400

[caption id="attachment_11130" align="alignright" width="300"]
Aparecida de Lima[/caption]

mil. O restante do dinheiro será utilizado para compra de maquinário, equipamentos e aquisição de veículo. A proposta da empresa vencedora da licitação feita pela secretaria municipal de Agricultura é de R$ 193.775,29 mil .

Na comunidade, a atividade predominante é a horticultura. Por isso, a produtora Aparecida de Lima diz que estranhou a criação de um abatedouro, em vez de granjas. “A maior parte das famílias vai precisar de apoio financeiro para ampliação dos negócios, muita gente aqui tem a produção pequena, e se tiver que padronizar tudo serão mais gastos”.

[caption id="attachment_11133" align="alignright" width="300"]
José Hipólito da Silva[/caption]

Caso  semelhante ao do pequeno produtor José Hipólito da Silva e da esposa. O casal mantém a criação de 150 frangos semi caipira e de granja num galinheiro pequeno e convencional, sem uso de tecnologias de ponta. “Crio frango há 15 anos e já temos um determinado público para qual vendemos. Acho bom demais a chegada do abatedouro, mas por enquanto, não dá para participar do projeto porque se eu tiver que seguir todas as adequações terei gastos extras, para os quais não estou preparado”, explica o pequeno avicultor.

O prazo para construção do abatedouro municipal de aves é de 180 dias.

Segundo o secretário ajunto de Agricultura, Carlos Dalberto de Oliveira Júnior, a construção do abatedouro é baseada em um estudo e foi pensado para atender a comunidade. “O estudo está sendo feito desde 2013, o frango seria uma opção a mais para alternativa de negócios da região. A comunidade sempre respondeu positivamente a todos as atividades propostas pela prefeitura”.

Ainda conforme explicou o secretário adjunto, apesar dos gastos para adequação, os produtores têm participado de cursos de manejo para rendimento de produção. Lucro e despesas serão responsabilidade de uma cooperativa que está sendo criada para resolver questões relacionadas ao abatedouro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.