05/05/2017 às 11h25min - Atualizada em 05/05/2017 às 11h25min

UPA’s poderão ser gerenciadas por Uniube e UFTM

As Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) de Uberaba poderão ter nova gestão. A cogitação é que a Universidade de Uberaba (Uniube) fique à frente da gestão de uma das UPA’s. A outra unidade poderá receber o comando da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).  A gestão das unidades passa por uma intervenção da Prefeitura de Uberaba, desde o mês passado.

Em nota, a Prefeitura de Uberaba informou que ainda não há informações oficiais quanto à gestão das unidades e lembrou que a Organização Social Pró-Saúde continua à frente delas.

“O que está ocorrendo são consultas a diversas entidades da área da saúde. Lembramos ainda que a própria prefeitura pode, inclusive, decidir voltar a operacionalizar as unidades de pronto atendimento. Ou seja, até o momento, não há definição neste sentido, mas garantimos que tudo está sendo feito dentro dos trâmites legais de forma a garantir que o atendimento aos usuários não seja interrompido, mas sim melhorado”, diz nota.

A Uniube e a UFTM confirmaram a possibilidade de assumir o gerenciamento das unidades, após eventual rescisão contratual entre a Prefeitura e a Pró-Saúde. Na última quinta-feira (27), a Pró-Saúde chegou a anunciar que vai reincidir o contrato com a Prefeitura de Uberaba. No entanto, na ocasião, o procurador geral do município, Paulo Salge, alegou que o órgão não pode decidir pela rescisão num momento em que é alvo de sindicância administrativa.

Possíveis gestões. A assessoria de imprensa da Uniube informou, em nota, ter recebido a proposta da Secretaria Municipal de Saúde, para que a instituição assumisse a administração de uma das unidades, “como alternativa para a gestão e manutenção dos atendimentos”, explica trecho. A instituição realizou um estudo técnico onde foi considerada uma possível gestão da UPA.

A assessoria, também informou que “o Reitor Marcelo Palmério, esclarece que, nesse momento, a Universidade se mantém reticente, aguardando como será a conclusão do processo de intervenção nas UPAs e que, por enquanto, não foi dada resposta definitiva a Prefeitura”, conclui.

Já a UFTM, informou, por meio da assessoria de comunicação, que a instituição está acompanhando as negociações da Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba (Funepu) e a Prefeitura de Uberaba. Em nota, a assessoria explicou que caso o contrato seja firmado, a participação da UFTM será direta, “com inserção de estudantes e professores da instituição em ações no campo do ensino, pesquisa e extensão”, pontua trecho.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.