13/04/2017 às 22h13min - Atualizada em 13/04/2017 às 22h13min

Campanha para ajudar criança com microcefalia e paralisia cerebral é promovida em Uberaba

A família da pequena Cleicy Kellen, de 8 anos, iniciou uma campanha nas redes sociais para arrecadar fundos e comprar uma sonda alimentar e leite especial para a menina, que nasceu com microcefalia e paralisia cerebral. Os produtos deveriam ser fornecidos pela Prefeitura, mas não estão disponíveis.

Segundo familiares da Cleicy, a garota precisou trocar a sonda alimentar, mas o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) não possuía o equipamento adequado para o tamanho e necessidade de Cleicy. Para que a criança não ficasse sem a sonda, os médicos tiveram que inserir um produto maior, normalmente utilizado em adultos. A sonda machuca a menina e o organismo dela pode rejeitá-lo a qualquer momento.

No HC-UFTM, os familiares da menina receberam a orientação de procurar a Secretaria de Saúde e solicitar a sonda adequada, bem como o leite especial que ela tem que tomar. No entanto, já faz três meses que o pedido está em aberto e sem um parecer da Prefeitura.

“Ela precisa muito da sonda Mic Key e o leite adequado, que é um suplemento alimentar. Os equipamentos já foram pedidos e o processo está na Prefeitura há três meses e ainda não conseguimos nada. A sonda custa R$ 1.600 e o leite custa R$ 70”, explica a avó da criança, Edjane de Fátima Ferreira.

Segundo a avó, a ação para arrecadar fundos partiu de uma amiga da família, que criou um grupo no WhatsApp a fim de mobilizar alguns amigos e familiares. Luanda explica que criou o grupo para contar a história da Cleicy e tentar arrecadar um dinheiro para comprar a sonda e algumas latas de leite. “Eu me mobilizei com a história e por isso tomei a iniciativa de começar a campanha”, conta a amiga.

Quem quiser ajudar na campanha de arrecadação, pode procurar a Luanda pelo telefone: (34) 9.9690-7595.


Link
Notícias Relacionadas »
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.