06/04/2017 às 20h09min - Atualizada em 06/04/2017 às 20h09min

SSPMU convoca servidores para greve geral a partir de sexta-feira

A partir do meio dia desta sexta-feira (7), servidores da Prefeitura entram em greve por tempo indeterminado. O movimento foi decidido em assembleia geral da categoria realizada no início da semana, pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU).

Servidores da Administração Direta, Indireta e autárquica, exceto do Codau, paralisarão suas atividades atendendo chamado do Sindicato. Esta semana a entidade ingressou com uma ação declaratória de legalidade da greve, junto ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), para assegurar o direito ao funcionalismo.

Na terça-feira (4), a diretoria do SSPMU comunicou oficialmente à administração municipal da decisão.

“Os serviços e atividades essenciais serão mantidos, considerando 1/3 dos servidores lotados nessas áreas”, explica o presidente do SSPMU, Luís Carlos dos Santos. Objetivo é não prejudicar o atendimento à população, coloca o dirigente.

Ele lembra que ao longo primeiro trimestre deste ano o Sindicato tentou negociar com o Governo a pauta de reivindicações, contendo 18 itens.

Nela, os sindicalistas solicitam reajuste de 23% nos salários, sendo 5% de aumento real mais a variação da inflação de 2015 e 2016, que totalizou 18,15%, conforme o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Pedem ainda que o tíquete alimentação passe de R$500 para R$620, entre outras demandas.

O Governo mostrou-se irredutível, respondendo com 0% de reajuste nos salários e tíquete, bem como no atendimento de outros itens que têm custo. Conforme Luís Carlos, no período entre 2015 e 2017, a inflação devorou quase 1/5 do salário dos servidores.

“Não restou outra alternativa à categoria, senão fazer greve”, como foi deliberado na assembleia, coloca Luís Carlos. Ele diz esperar que os servidores juntem-se ao movimento que visa ao benefício de todos.

A Diretoria do SSPMU e o Comando de Greve estarão na porta do Centro Administrativo, na rua avenida Dom Luiz Maria de Santana, 141, no Mercês, a partir das 11h30. O Sindicato solicitou fechamento parcial da via para as atividades neste primeiro dia de movimento.

O presidente Luís Carlos pondera que a entidade segue aberta ao diálogo com o Governo Municipal, postura adotada desde o início da gestão. O dirigente sindical garante que da parte da Diretoria do SSPMU, as negociações não estão fechadas.


Link
Notícias Relacionadas »
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.