31/03/2017 às 17h27min - Atualizada em 31/03/2017 às 17h27min

Comenda da Paz Chico Xavier reúne autoridades em Uberaba

[caption id="attachment_9585" align="aligncenter" width="640"]
Comenda da Paz - Foto Enerson Cleiton[/caption]

Mais uma edição da Comenda da Paz Chico Xavier foi realizada na manhã desta sexta-feira (31), no qual contemplou dez personalidades neste ano. O evento, promovido Governo de Minas com apoio da Prefeitura de Uberaba, tem como objetivo homenagear pessoas físicas e jurídicas que tenham contribuído com a paz e o bem-estar da sociedade. As homenagens e a cerimônia ocorreram no Memorial Chico Xavier.

Os agraciados receberam medalhas e homenagens e foram recebidos com a apresentação da Orquestra Municipal de Uberaba. O secretário de Cultura do Estado, Ângelo Oswaldo, presidiu o evento e representou o governador do Estado de Minas Gerais, Fernando Pimentel, que não pode comparecer à cerimônia.

[caption id="attachment_9586" align="alignleft" width="300"]
Comenda da Paz - Foto Enerson Cleiton[/caption]

Além do secretário estadual de Cultura, também estiveram presentes o prefeito de Uberaba, Paulo Piau, presidente da Câmara Municipal de Uberaba, Luiz Humberto Dutra, secretário de Estado de Fazenda, José Afonso Bicalho, o secretário de Estado de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, o corregedor-geral do Ministério Público, Paulo Roberto Cançado, presidente do Comitê Permanente da Comenda da Paz Chic Xavier, procurador da Justiça, Joaquim Cabral e o representante da Defensoria Pública de Minas Gerais, o defensor Marcelo Tonus de Melo Furtado de Mendonça.

Para o secretário de Cultura, a Comenda da Paz é uma forma de demonstrar que ainda pode haver esperança no mundo.  “A Comenda da Paz assume uma dimensão extraordinária exatamente pela conturbação que nos encontramos hoje, tanto no Brasil, quanto no mundo inteiro. O que se vê hoje é conflito, é desencontro e ameaças a paz. A palavra e o legado de Chico Xavier é no sentido da concórdia da paz, por isso, sob a legenda e inspiração da vida de Chico e de sua obra, a Comenda é muito significativa para que nós possamos pregar a paz como a que ele pregou durante toda a vida”, conta Ângelo.

[caption id="attachment_9584" align="alignleft" width="300"]
Comenda da Paz - Foto Enerson Cleiton[/caption]

Homenagens.Neste ano, dez nomes foram selecionados para receber a comenda: o missionário Adelino Carvalho Lino; Casa de Chico Xavier; Centro Social Sopro de Vida; Franciscus Henricus van der Poel (Frei Chico); Obras Sociais Vovô Faleiro; o procurador de justiça do Ministério Público de Minas Gerais, Paulo Roberto Moreira Cançado; o advogado Jair Leonardo Lopes – in memoriam; Padre Paulo Barbosa, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição; o Secretário de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda; e a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Mariana.

De acordo com Paulo Piau, a comenda é de abrangência internacional e qualquer pessoa que promova a paz social pode ser homenageada.

“Aqui não se limita território para poder fazer as homenagens. Qualquer pessoa presente no mundo, que estiver promovendo a paz, pode ser homenageada. Pessoas famosas ou pessoas no anonimato. O grande objetivo da comenda é identificar quem está cuidando de uma criança abandonada, cuidando de um deficiente, de um idoso, quem está fazendo tecnologia, pesquisa ou desenvolvendo um novo medicamento pra salvar vidas. A comenda é abrangente e lembra-se das pessoas que fazem o bem ou como sempre fez o Chico, que promovem a paz”, explica o prefeito.

A Medalha Comenda da Paz Chico Xavier foi instituída pela Lei 13.394/1999, de autoria do Prefeito Paulo Piau, quando exercia o mandato de deputado estadual.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.