15/03/2017 às 21h00min - Atualizada em 15/03/2017 às 21h00min

Procon terá atendimento via aplicativo de celular

(34) 9 9869-9000, esse é o número do plantão oferecido pela Fundação Procon de Uberaba a partir deste sábado (17).

A intenção do órgão de proteção e defesa do consumidor é fazer com que em situações mais graves, o cidadão tenha suporte imediato de como agir. “Criamos o plantão via WhatApp aos fins fim de semana porque em situações cotidianas, como ir ao supermercado, o consumidor pode se deparar com mercadoria imprópria para consumo, por exemplo, e se tiver que esperar até segunda-feira para denunciar, quando um fiscal for acionado, provavelmente a mercadoria já não estará mais no estabelecimento; também vai ser uma ferramenta importante para orientação imediata e para o recebimento das denúncias, já que podem ser enviados áudios, fotos e vídeos e nos casos mais graves, um fiscal estará preparado para ir até o local mencionado”, explica o presidente do Procon Uberaba Rodrigo Mateus.

A cozinheira Regina Costa já precisou acionar o Procon para fazer valer os direitos de consumidora e gostou da iniciativa. “Uma vez tive um trabalhão para trocar uma mesa que me venderam porque entregaram produto do mostruário, agora com esse número vai facilitar demais, certamente vai ser possível resolver qualquer problema na hora”.

Além do número disponível para o plantão de fiscalizações durante os fins de semana, o órgão vai retomar o atendimento pelo número 151.  A demanda é alta. São cerca de 900 reclamações por mês, 40% delas relacionadas a desacordos financeiros. “Muitas pessoas vão até o Procon tirar dúvidas e pedir orientações que poderiam ser feitas tranquilamente por telefone, e esse número 151 vai favorecer essa relação, fazendo com que o consumidor saia de casa apenas quando não houver outra forma além de registrar a reclamação. Nosso objetivo é buscar conciliação e se a oportunidade de fazer acordo entre consumidor e empresa falhar, é aberto processo administrativo, sendo que no final, essa empresa geralmente é multada, e por conta dessa dinâmica, temos um grau de resolutividade entre 85% a 90 % dos casos; muitos consumidores ainda aproveitam o procedimento administrativo do Procon para ingressar judicialmente contra as empresas”, finaliza Rodrigo Mateus.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.