11/03/2017 às 13h17min - Atualizada em 11/03/2017 às 13h17min

Polícia Civil desmancha esquema de desvio de fertilizantes

A polícia civil de Uberaba prendeu no fim da tarde desta sexta – feira (10) quatro envolvidos num esquema milionário de desvio de fertilizantes em pó e granulados.

Batizada de Operação Vale Ouro, mencionado a Vale Fertilizantes, empresa de onde as cargas eram desviadas, o trabalho da polícia teve início ano passado, mapeando motoristas que participavam da fraude.

“As investigações começaram após recebermos denúncias de que donos de transportadoras em Delta estariam enriquecendo rapidamente e ostentavam o dinheiro investindo em pequenos clubes de futebol da região, ao desconfiarmos, começamos a monitorar esses empresários” explicou o delegado chefe do quinto Departamento de Polícia Civil, Heli Andrade.

De acordo com o delegado, na noite dessa última quinta-feira (9), os investigadores souberam que três caminhões fariam carregamento na empresa que fica localizada no Distrito Industrial III, em Uberaba. A polícia civil descobriu que o grupo falsificava notas fiscais e em vez de carregarem produtos com valor de mercado mais baixo, seguiam para outro ponto da empresa onde o carregamento de fertilizantes de alto valor era feito. “Uma tonelada deste fertilizante desviado gira em torno de R$1,5 mil a R$ 2 mil, já a mesma quantidade do produto que descreviam na nota, o fosfato, custa em média R$ 500, valor bem inferior”.

Conforme a investigação os suspeitos tentaram se desfazer dos celulares durante o flagra feito pela polícia. Os motoristas envolvidos no esquema relataram receber R$ 500 por carregamento desviado, já um encarregado, funcionário da empresa recebia cerca de R$ 2mil por carga.

Em Uberaba foram apreendidos 106 toneladas de fertilizantes. Já no município de Uberlândia, em um galpão, as margens da BR 050, também foram apreendidas 383 toneladas do mesmo produto. Também foram feitas apreensões de fertilizantes em Itumbiara, interior de Goiás, onde foram recuperadas 72 toneladas de adubo. O trabalho foi concluído na zona rural de Tupaciguara, com a apreensão de 33 toneladas de fertilizantes, totalizando 594 toneladas de produto com valor estimado em R$1 milhão.

Foram presos em Uberaba na condição de flagrante por furto qualificado e associação criminosa Luiz Augusto Maximiliano , 56 anos; Gerson Kaufmann, 35 anos; Weslei Dagmar Caetano, 33 e Willian de Aguiar Custódio, 32 anos. Na vizinha Uberlândia, foram presos por receptação Erinaldo Domingos Neto, 42 anos e Alair Júlio Raimundo Rosa, 34. Para devolução do carregamento de fertilizantes desviado até a empresa foram necessários 8 caminhões Bitrem que chegaram ao Distrito Industrial no fim da noite desta sexta-feira.

A polícia acredita que mais pessoas estão envolvidas no esquema fraudulento, por essa razão as investigações devem continuar. Devido ao horário de fechamento desta reportagem, o Uberaba Popular não conseguiu um posicionamento da empresa Vale Fertilizantes, que sofreu o prejuízo milionário.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.