07/03/2017 às 19h59min - Atualizada em 07/03/2017 às 19h59min

Projeto que avalia lavouras de grãos no Brasil chega a Uberaba

[caption id="attachment_8926" align="alignleft" width="300"]
Rally da safra chega em sua 14º edição visitando o Triângulo Mineiro[/caption]

É com o grão que produz em uma das mãos que o agricultor Marco Antônio da Silva Cravo avalia o bom momento do setor. Na propriedade rural as margens da BR 050, a produção saltou de 65 sacas por hectare na safra passada, para 70 sacas por hectare nesta colheita.

“O clima, a região, tudo perfeito para um bom resultado nessa safra, só precisamos melhor a logística e o dólar também não contribui muito com a gente, mas no geral está tudo ótimo”, avalia.

O otimismo do produtor é baseado na realidade da previsão de safra recorde que aponta mais de 107 milhões de toneladas de soja para a safra a ser colhida no Brasil este ano.

De olho nessa demanda, o projeto Rally da safra chega em sua 14º edição visitando o Triângulo Mineiro. Desde 2004, o projeto já avaliou mais de 13 mil lavouras no país. Recém-chegada de Uberlândia, uma das equipes está em Uberaba e vai seguir analisando as lavouras entre os estados de Minas Gerais e da Bahia.

O trabalho envolve 11 equipes que vão viajar pelo Brasil em duas etapas. Ao todo são 85 mil quilômetros devem ser percorridos para traçar um raio x das lavouras de soja e milho e a expectativa é a melhor possível. “Vamos fazer uma avaliação de produtividade e condições de safra, já percorremos todas as regiões de colheita antecipada, e agora partimos para região de safra tardia”, explica  Marcos Rubin, coordenador da equipe 6 do Rally da safra.

É a primeira vez que as visitas incluem Terminais Integradores como o de Uberaba.

Inaugurado em junho do ano passado, o Terminal Integrador, instalado as margens da BR 050, tem uma estrutura espalhada em uma área construída de 23 mil metros quadrados, comportando o descarregamento de 800 caminhões de grãos e até o final desse mês mais 400 de açúcar. Investimento inicial de 230 milhões de reais em logística com objetivo de facilitar o escoamento de grãos para outros estados e também outros países.

 “É cedo para concluirmos uma avaliação sobre essa região, mas esperamos encontrar boas lavouras e fundamental é destacar que diante de uma super safra como devemos colher, os problemas ganham destaque e todo novo investimento logístico merece atenção. O produtor vem mostrando que sabe cuidar muito bem da lavoura, melhorando manejo, mas sofre com altos impostos, burocracia e logística abaixo do ideal, o que acaba prejudicando o lucro”.

Os desafios fora da porteira são difíceis porque fogem ao controle do produtor, ainda assim as equipes do Rally acreditam numa safrinhade milho excelente no segundo semestre e a confirmação da mudança de patamares de produtividade no campo. “ Esse ano o Brasil inteiro é destaque em termos de produtividade”, conclui Rubin.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.