01/03/2017 às 15h16min - Atualizada em 01/03/2017 às 15h16min

Reflexão: a dádiva de nos despedir de quem amamos

Me surpreendi com um pensamento... Observando o meu pai e a minha mãe, notei o quanto eles envelheceram...e conclui que seguindo a lei natural da vida, a cada dia que passa, mais próximos da morte eles estão.

Agradeço a Deus, a oportunidade de ir me despedindo deles, a cada dia um pouquinho, vivendo junto com eles a sua velhice. Estou compreendendo a minha responsabilidade, que a partir de agora, eu devo me tornar pai dos meus pais. Espero ser tão bom, quanto eles foram comigo.

Reconheço que eu não suportaria me despedir deles de uma só vez, participando somente da despedida definitiva e feliz estou, porque sinto que o que está morrendo dia-a-dia não são os meus pais, mas o meu egoísmo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.