24/02/2017 às 13h58min - Atualizada em 24/02/2017 às 13h58min

Vacinação contra a febre amarela é reforçada nesse sábado

Após a confirmação da morte do macaco por febre amarela, em Uberaba, a Secretaria de Saúde irá reforçar a vacinação contra a doença em oito unidades de saúde e em dois pontos itinerantes da cidade, neste sábado (25). O propósito da ação é atender aos bairros que estão no entorno do local onde o primata foi encontrado morto.

A vacinação será das 8h às 16h, nas seguintes Unidades Matriciais de Saúde:  Maria Teresa (Bairro de Lourdes), Álvaro Guaritá (Valim de Melo), Abadia (Abadia) Luiz Meneghello (Volta Grande), Roberto Árabe Abdanur (Vila Celeste) e Ézio de Martino (Boa Vista).

Também terá atendimento nas Unidades de Saúde Familiar (USF):  Dr. Romes Cecílio (Morumbi) e Jacob José Pinto (Cássio Rezende). Duas outras unidades móveis aturarão de maneira itinerante, uma no CRAS 2 - Luci Caxeta da Silva, que fica na Av. José Valim de Melo e a outra em frente à escola em construção do Jardim Itália, na Rua Leda Cartafina.

Para receber a dose da vacina, as regras continuam as mesmas: comparecer à Unidade de Saúde, com carteira de vacinação, cartão SUS e documento de identificação em mãos.

Próxima semana.Segundo a Secretaria de Saúde, na próxima semana, devido aos feriados, a vacinação volta a ser aplicada na quarta (1º), das 13h às 16h e na sexta-feira (3), das 8h às 16h.

Orientação.A Secretaria de Saúde, conforme orienta o Ministério da Saúde, salienta que uma pessoa precisa tomar apenas duas doses da vacina contra a febre amarela na vida, para estar totalmente imunizada. O esquema vacinal ocorre quando criança, aos nove meses, quando é ministrada a primeira dose e, depois, aos quatro anos, com o reforço.

Quem nunca tomou a vacina, deve tomar a primeira dose e, 10 anos depois, deve tomar o reforço para estar livre da infecção. Quem estiver na casa da terceira idade, ou seja, acima dos 60 anos, é necessária a apresentação de uma prescrição médica, que avalie se existe algum risco em se tomar a vacina. A orientação é que a prescrição médica seja feita pelo profissional que acompanha o histórico clínico do paciente.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.