13/09/2016 às 16h55min - Atualizada em 13/09/2016 às 16h55min

Funcionários do Codau estranham inauguração de ETA sem obras subterrâneas concluídas

Solenidade aconteceu na manhã desta terça-feira com governistas enfatizando o trabalho realizado.

Janaina Sudário


Inaugurada, na manhã desta terça-feira, a terceira Estação de Tratamento de Água (ETA) de Uberaba. Na cerimônia estiveram presentes a primeira-dama Heloísa Piau, secretários da Prefeitura de Uberaba, o deputado estadual Tony Carlos, diretores e colaboradores do Codau além de outras autoridades uberabenses e a imprensa.
 
O investimento da obra totalizou R$ 49,6 milhões, sendo 90% financiados com recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e 10% com recursos do Codau.
 
A ETA III aumentará a capacidade de tratamento de água da cidade em 61%, passando de 900 para 1.450 litros litros por segundo. "Aqui é engenharia e não política", garantiu Luiz Neto.
 
O presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto, afirmou que, com a ETA III, Uberaba garante o abastecimento de água para as próximas décadas. “Uma obra que foi planejada e executada para resolver o problema do fornecimento de água de hoje e dos próximos 25 anos”.
 
O deputado estadual, Tony Carlos, ressaltou que Uberaba está entre as cidades mineiras que mais investem em saneamento. “Tenho percorrido Minas Gerais e afirmo que nossa cidade é a que mais se preocupa com tratamento de água. Sei da importância e da necessidade que outras cidades passam para chegar ao ponto que Uberaba chegou nestes quatro anos”.
 
O chefe de gabinete do prefeito Paulo Piau, Fernando Hueb, destacou o trabalho realizado pelo governo municipal. “Essa obra prova que nosso governo trabalha. Não tem lero-lero. A gente não inaugura obra fictícia”.
 
Para o futuro. Com a ETA III inaugurada, o Codau precisará reformar as duas outras estações antes de operar com capacidade máxima. “Tem muito trabalho ainda. Vamos dar início à reforma e modernização das outras estações. Aqui é engenharia e não política”, disse Luiz Neto.
 
A reportagem do Uberaba Popular verificou que no Porta Voz (1442) do dia 2 de setembro de 2016, foi publicado o Extrato de Contrato de Prestação de Serviços nº 22/2016. Nele, a empresa NWM Engenharia Eletrônica aparece como vencedora da licitação para execução das obras elétricas da Estação de Tratamento de Água, com prazo de 300 dias para conclusão do serviço.
 
De acordo com operador da ETA II, é provável que a terceira estação ainda não possa ser colocada em uso porque depende da obra subterrânea que, segundo ele, ainda não foi realizada.
 
A informação não foi confirmada pela cúpula do Codau e, no momento em que o UP entrevistava os operadores, uma funcionária pediu que nos retirássemos da sala de operações e fossemos questionar os técnicos e o presidente, Luiz Neto, que participavam da solenidade.
 
A reportagem destaca o receio dos funcionários entrevistados em falar abertamente sobre o que estava ou não concluído na ETA III. Notamos ainda que causamos constrangimento ao indagar os operadores se os tanques teriam que ser esvaziados após a cerimônia de inauguração, conforme informações não oficiais.
 
Tapume. Reportagem do UP também questionou o espaço cercado por tapumes. Funcionários informaram que o local armazena equipamentos que ainda serão utilizados na conclusão da obra da ETA III.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.