06/02/2017 às 20h03min - Atualizada em 06/02/2017 às 20h03min

Vai um cachorro-quente aí?

Sinônimo de lanche prático e rápido (e gostoso), o cachorro-quente não é mais lembrado apenas como um simples “pão com salsicha” encontrado nos carrinhos pelas ruas. A iguaria, hoje, é “gourmet” em muitos estabelecimentos.

Uberaba já tem algumas lojas em que o “hot-dog” foge do tradicional, apresentando-se como um prato incrementado. Mas, claro, os trailers e carrinhos “clássicos” continuam firmes por aí. O Uberaba Popularapresenta alguns dos “au-aus” da cidade, desde os mais triviais até os mais sofisticados. Não pretendemos eleger qual o melhor deles, até porque, para isso, precisaríamos percorrer todos os diversos comércios do ramo, e eles devem ser incontáveis – em qualquer bairro, em alguma esquina ou cômodo acanhado, deve ter um ponto servindo o lanche inventado nos Estados Unidos, que certamente é uma comida das mais consumidas no Brasil.

No Rogro’s, pão prensado e até três carnes!

O empresário Rodrigo Alves Dias sempre gostou de cozinhar para amigos e familiares e queria montar um negócio no ramo da gastronomia. Quando foi estudar Administração no Paraná, conheceu o cachorro-quente prensado. Voltou para Uberaba e não deu outra: os amigos foram os “experimentadores” que aprovaram a receita e, seis meses depois, o empreendedor abriu o “Rogro’s Prensadão”, com lanches do tipo que conheceu no Sul.

O primeiro ponto, em 2011, foi um trailer na rua Getúlio Guaritá, no Abadia. Um ano e meio depois, mudou para um cômodo na mesma rua, onde ficou até 2015, quando foi para a Vigário Carlos. Em 2016, abriu a segunda unidade, no Universitário.

Segundo Rodrigo, o pão prensado e os molhos são os diferenciais do Rogro´s. Todos os lanches do cardápio têm salsicha, tomate, molho e um queijo a escolha. Quem gosta de cachorro-quente não dispensa catchup e maionese, mas os molhos de alho e barbecue é que são atração. Além do básico, o cliente pode escolher adicionais, como mais queijo, bacon ou hambúrguer de três tipos: de carne bovina, frango ou linguiça de porco.

O sanduíche mais barato custa R$ 7,50 e é bem recheado. O maior preço, R$ 23, é o do Premium, que tem três carnes.

Rodrigo começou com apenas um funcionário e hoje tem 13 empregados nas duas lojas. Além dos lanches, passou a servir macarrão, crepe e sobremesas. A freguesia também aumentou. Antes formada pelos universitários da região, hoje tem fãs de toda a cidade. Quem gosta de leitura, tem uma mini-biblioteca à disposição, podendo colaborar para aumentar o acervo – e pegar emprestados os livros que quiser.

O Rogro’s fica na rua Vigário Carlos, 129, Abadia, e a filial funciona na Sílvio Rabello, 219, loja 4, Universitário. Ambas as lojas abrem das 18h à 0h, indo até 1h na sexta e no sábado. A loja do Abadia agora abre às 10h às sextas, sábados e domingos. O telefone do delivery é o 3313-5673.

Variedade de molhos é a aposta da Dogueria

A Dogueria Artesanal é a caçula das lanchonetes do tipo na cidade. Inaugurada em 28 de janeiro, aposta nos molhos para conquistar os paladares. Dos mais variados, afinal, são cinco opções: maionese com ervas, alho com bacon, barbecue, parmesão e o picante chipotle. Qualquer lanche já vem com um tipo de molho, podendo o cliente escolher quantos adicionais quiser.

Os preços são acessíveis. O mais simples sai por R$ 2,50. O dog pizza custa R$ 6. Dog pizza? Sim, uma inovação da casa, com mussarela, presunto, azeitona e tomate por cima do lanche. Para degustar, nada de saquinhos: o cachorro é servido em uma caixinha de papelão com um recorte no cantinho, para facilitar a mordida!

O proprietário da Dogueria, Danilo Gotti, trabalhou muitos anos em uma empresa de alimentos, onde fazia cursos de culinária dos mais variados. Conheceu uma lanchonete artesanal em Ribeirão Preto e decidiu investir no ramo. Com um primo, toca o negócio ainda novo. O local é simples e o ambiente familiar. O lanche fica pronto rapidinho.

Para conquistar mais um freguês, Danilo oferece o dog pizza de cortesia. A Dogueria foi a única a oferecer seu produto para a reportagem apreciar, aliás. O molho foi o de alho com bacon. Provamos e aprovamos.

A Dogueria Artesanal fica na rua José Bonifácio, no Leblon, e só não abre às terças. A lanchonete funciona das 18h à meia-noite, abrindo às 17h aos sábados. Ainda não faz entregas, mas o telefone par adiantar o pedido é 9.9155-8415. Nem precisa, é rapidinho!

Lanches gigantes na Oh My Dog!

Aberta a cinco meses, a Oh My Dog! funciona em um quiosque no Shopping Uberaba, tendo como atrativo o tamanho dos lanches. São só duas opções de tamanho: grande e gigante. Nada de médio. No cardápio, 14 opções de sabores. Variedade não falta: tem o tropical (com abacaxi), com carne-seca, apimentado...

O empresário Bruno Leandro optou pelo sistema de franquia para abrir o negócio, por causa do apoio e orientação que a empresa dá. Colegas de Bruno conheceram a Oh My Dog! em Fortaleza, cidade de origem da rede, e deram a sugestão a ele, sabendo que o amigo queria investir no ramo.

Os lanches custam de R$ 12 a R$ 19. O grande tem 24 centímetros, e o gigante, 32. É possível montar “combos” e também dividir o gigante em dois sabores. Tem ainda as promoções, com dogs de R$ 7.

Leandro afirma que o que faz a diferença é a combinação dos molhos, a maciez do pão e as salsichas grelhadas no azeite. Por cima do lanche, ainda vai um queijo derretido com maçarico.

O quiosque da Oh My Dog! abre de segunda a sábado das 10h às 22 e, aos domingos, das 14h às 21h.

Heraldo, o rei do hot-dog... e das boas histórias

Não poderia faltar em nossa reportagem um clássico hot-dog de carrinho. Aqui não tem destaque no cardápio. Não tem nem cardápio: o que tem é o cachorro-quente tradicional – pão, salsicha, milho, batata, vai querer quantos? Há quase 25 anos, Heraldo Reis da Silva serve o “mata-fome” na avenida Nenê Sabino.

Não bastasse o sobrenome, Heraldo carrega o apelido de “Rei do Hot-Dog”. Sempre trabalhou na avenida Nenê Sabino, mudando de ponto algumas vezes, mas mantendo a simpatia e o preço baixo. “Esse negócio de ‘rei’ foram os baianos que colocaram, era ‘meu rei’ pra cá, ‘meu rei’ pra lá, aí pegou”. Gente de todo o Brasil já visitou o trailer de Heraldo, bem como gringos. “Aqui é um cartão postal”, diverte-se.

Durante dez anos, um mês e 15 dias, segundo Heraldo, o dog foi vendido por cinquenta centavinhos. Depois passou para R$ 1 e hoje custa a bagatela de R$ 2. “Já vendi um milhão, oitocentos e cinquenta mil, quinhentos e quarenta e cinco cachorros-quentes. Até ontem, falta contar os de hoje”, diz a figura.

O sucesso do “Rei” é um só: o lanche é gostoso. “No começo aqui era o ‘Micróbios’, os estudantes da Medicina chamava assim porque achavam que não prestava, por ser muito barato, mas depois o pessoal foi vendo que era bom e estou até hoje”.

Heraldo já chegou a vender 1.500 lanches em uma noite, muitos para ao turma baladeira que encerrava os programas lá. Hoje, vende cerca de 500 por dia. A majestade continua, mas outros tempos já foram melhores. “Antes tinha 150 calouros por curso na Uniube e na Fazu, hoje é outra história. Esses estudantes de particulares estão tudo quebrados”. E tem a concorrência. “Antes só dava eu. Agora com a crise, foi abrindo lanchinho, pastel, espetinho. Até banana frita você compra pela internet”.

Nos primeiros quatro anos, conta Heraldo, ele trabalhava na Fosfertil. “Abri o lanche para ter uma renda extra. Já teve dia de eu estar fechando e o ônibus esperando para me pegar. Já veio um cara aqui de fusquinha trazendo o Bruno e Marrone, eu nem sabia quem eles eram. Passou um tempo e ele voltou pra me contar”.

Não faltam histórias. O lancheiro diz que ganhou muito dinheiro, mas gastou tudo. “Ah, quebrei. Viajei muito, tive muitas mulheres. Foram 1.876. Aproveitei bem”.

Em breve Heraldo vai enfim variar o cardápio e oferecer lanches de chapa. Hamburger, x-burguer, x-bacon, tudo com preços camaradas.

O “Rei do Hot-Dog” fica na avenida Nenê Sabino, 616, Santa Marta. Abre ao meio-dia e vai, no mínimo, até as 2h da madrugada.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.