05/02/2017 às 14h59min - Atualizada em 05/02/2017 às 14h59min

Após descobrir suspensão, USC mantém zagueiro no elenco

O zagueiro Francis, um dos últimos contratados pelo Uberaba Sport para a disputa do Mineiro Módulo II, só pode jogar na quarta rodada da competição. É que ele cumpre suspensão por expulsão ocorrida no ano passado. A diretoria não sabia da pena e só descobriu quando do registro da documentação do atleta. Francis foi expulso quando jogava pelo Atlético de Uberlândia, na penúltima rodada do Módulo II de 2016, em partida contra o Democrata de Valadares. Julgado a revelia, ele pegou “gancho” de quatro jogos. Cumpriu a suspensão automática de um jogo, ou seja, ainda faltam três. O jogador chegou a ser dispensado do USC, mas a diretoria negociou e optou por manter o zagueiro no elenco. Em entrevista ao UP/REPLAY, o gestor do Colorado, Leomar Naves, explicou que o jogador não sabia da punição e que a melhor alternativa foi manter o defensor no clube, já que contratar outro zagueiro seria difícil. “Não podemos olhar só o momento, temos que olhar pra frente. O garoto tem sonhos, é um atleta profissional, um menino passando por um momento familiar difícil. Ele já estava demitido por descobrirmos que tinha três jogos para cumprir, mas perguntei ao (técnico) Wantuil se o jogador é bom tecnicamente, e ele disse que sim, que o jogador interessa. Três jogos, para o início do campeonato, não vai fazer tanta falta assim, e se for contratar outro vai custar o dobro e demorar a achar, e o Francis poderia começar bem no meio do campeonato. Ele já tem dez dias treinando, já “desintoxicou”, já estava pegando a bola. Então entramos num acordo e ele retornou ao grupo”, pontua o diretor. Sobre a preparação do USC para o Módulo II, sempre elogiada pelo treinador, Leomar destaca que a obrigação do G-5 é dar todas as condições para um bom trabalho dentro de campo. “É nossa obrigação, centenário é uma vez só, temos a obrigação de subir, se depender da gente, vamos fazer tudo que tem que ser feito. Por isso começamos dois meses antes de todo mundo, na verdade começamos em julho a contratar a comissão técnica e preparar tudo. Acreditamos nesse plantel, todos os jogadores foram escolhidos pela comissão técnica, não teve terceirização, não contratamos por vídeo”.

Leomar comenta ainda que reforços não estão descartados. “O grupo está formado, mas tem espaço, temos uma vaga de acima de 24 anos, e se pintar uma oportunidade nossa comissão técnica está de olho. Mas estamos tranquilos com o grupo que temos”, diz o membro do grupo de gestores do Colorado.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.