31/01/2017 às 15h42min - Atualizada em 31/01/2017 às 15h42min

Erros acontecem, mas Gilson confia na evolução da zaga

A defesa do Uberaba foi o ponto forte do time nos primeiros jogos da pré-temporada. Nas cinco primeiras partidas, só dois gols sofridos. Nos dois últimos embates, porém, a equipe tomou quatro gols. Contra o Batatais, o USC levou dois gols pela primeira vez. A história se repetiu diante do Mirassol, no sábado passado.

Para o goleiro Gilson, a zaga tem falhas que precisam ser corrigidas, mas o mérito dos adversários nos gols também deve ser valorizado. O arqueiro elogiou a postura do time alvirrubro contra o Mirassol.

“É um adversário de qualidade, tocam muito a bola. Nossa atuação foi muito boa. Jogar de igual para igual com uma equipe de primeira divisão é importante, dá uma base do que podemos fazer no campeonato, onde estão os erros e acertos”, destaca. “No começo do jogo, como a gente não conhecia a equipe deles, tivemos um pouco de dificuldade no posicionamento, mas o professor mexeu, colocou o Rodrigo Dias e o Torres, e a equipe se acertou, jogou muito bem no final do primeiro tempo e no segundo. Empatamos, tivemos chances para virar, mas num descuido acabamos tomando o gol”, lembra.

O Mirassol fez dois gols no toque de bola. Marcou o primeiro tabelando e entrando na área. O Colorado empatou com Eskilo, aproveitando uma afastada parcial do goleiro. E o time da casa garantiu a vitória depois de um bate-rebate. A defesa do Zebu afastou, o Leão ficou com a bola, que foi lançada de novo na área, a zaga não saiu e não tirou, até que o atacante adversário recebeu livre para bater cruzado e definir o placar. Um gol parecido com o segundo do Batatais no Uberabão. “O time tinha quer ter saído quando a bola saiu da área, acabamos dando condição para o atacante deles. Temos erros, mas a cada jogo estamos evoluindo, vamos trabalhar para corrigir”, declara o goleiro.

Dos quatro zagueiros do elenco do Uberaba (Ulisses, Lucas, Lucena e Francis), nenhum tem mais de 24 anos (são permitidos sete jogadores acima dessa idade). Gilson, ao invés de lamentar, prefere dar crédito aos jovens companheiros.

“Todos que estão aqui passam segurança. Ter um atleta mais experiente na zaga é muito importante, infelizmente não conseguimos esse atleta, nossa linha de quatro na defesa é toda abaixo do limite de idade, com o Teixeira e o Paulo acima, na cabeça de área. Mas todo mundo tem qualidade e quem jogar vai dar seu melhor”, diz o titular da meta.

Programação –A segunda-feira foi de folga pela manhã e treino físico à tarde para o elenco do USC. Na terça e na quarta, jornada dupla: treino técnico de manhã e físico à tarde. Na quinta, o grupo tem folga pela manhã e treino técnico na parte da tarde. Na sexta, o inverso: treino de manhã e depois folga. O Colorado enfrenta o Siderúrgica no sábado, às 17h, no último amistoso antes da estreia no Módulo II do Mineiro, dia 18 de fevereiro, contra o Patrocinense.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.