27/01/2017 às 08h13min - Atualizada em 27/01/2017 às 08h13min

Pontos críticos da cidade arriscam motoristas e motociclistas

Que a cidade de Uberaba está com a maioria das ruas precisando de recapeamento e operação tapa-buracos não é segredo para ninguém. Mas existem dois pontos na cidade que foram visitados pela reportagem do Uberaba Popular que merecem uma atenção maior por parte da Prefeitura e órgãos responsáveis.

Um deles está na Avenida Guarapuava, no bairro Valim de Melo. Enquanto a reportagem esteve no local flagrou motociclistas que não viram os buracos e por pouco não foram ao chão, carros que batiam suas frentes na borda do buraco por causa da profundidade e diversas manobras arriscadas realizadas pelos condutores. Toda a via, que inclusive é usada pelo transporte coletivo, está esburacada, mas esse ponto em específico, próximo a um cruzamento com semáforo, causa preocupação.

“Enquanto não tiver uma morte ou um acidente bem feio aqui, essa situação não vai se resolver. O Valim, principalmente esse pedaço aqui está esquecido pelo poder público”, desabafa o pintor José Ronaldo Pereira, morador do local há cerca de 20 anos.

Ainda segundo ele, alguns moradores próximos usaram entulhos e cascalhos para diminuir a profundidade do buraco, mas, com a chuva, o material se espalhou pela rua, causando risco de derrapagens, piorando a situação de uma das únicas vias de acesso ao bairro Jardim Itália.

Outra situação de risco aparente fica do outro lado da cidade. Bem ao lado do Terminal Leste, na Rua Niza Marques Guaritá, existe uma lombada. Quem trafega sentido bairro centro não tem a mínima ideia do que existe do outro lado da lombada. São buracos empoçados de água que escondem um risco iminente de tombos e avarias nos carros. “Direto tem gente que precisa mexer nos pneus dos carros porque o choque é forte do outro lado”, conta um motorista.

Em nota, a Prefeitura de Uberaba informou que esses pontos citados na matéria serão enviados em regime de urgência à Secretaria de Serviços Urbanos para que sejam inseridas na programação de serviços. Informou ainda que nesse período de constante chuva, as demandas de buracos aumentam significativamente, sendo necessário um período de estiagem para a regularização, visto que não se pode perder material.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://uberabapopular.com.br/.
Plantão
Atendimento
Envie a sua sugestão de notícia pelo PLANTÂO.